A temporada 2015-2016 do Teatro Maria Matos chega em setembro com uma nova criação da Truta e um concerto de Lloyd Cole. No início de outubro, o Maria Matos apresenta um espetáculo com questões sobre a Europa e uma peça de Vlatka Horvat. Os bilhetes estão disponíveis a partir de hoje.

Uma mulher sem importância inaugura a nova temporada no dia 10 de setembro. O encenador Joaquim Horta encontra no clássico de Oscar Wilde uma atualidade capaz de questionar as “representações do género feminino”. A peça é da companhia Truta e estará em cena até dia 19 de setembro.

No dia 22 de setembro é a vez de Lloyd Cole subir a palco com  André Gonçalves, Nuno Moita e Luís Desirat. Para esta noite, os músicos propõem uma “nuvem eletrónica”. A música volta ao Maria Matos no dia 1 de outubro num encontro entre o trio Amado, Mira e FerrandiniMatthew Shipp.

De 2 a 18 de outubro, Rimini Protokoll questiona a Europa com um “espetáculo transformado em jogo”. Ao longo destes dias, o espetáculo Europa em casa será apresentado em Lisboa, em quase 40 casas diferentes. As sessões estão disponíveis para adultos em inglês e português e para jovens com mais de 15 anos. Este é um espetáculo que também pode chegar à tua casa e as inscrições já estão abertas.

rimini_protokoll_open_call_si_990x250_1438008836

Haverás de ir à guerra que começa hoje (7 a 10 de outubro) e Estado Selvagem (11 de outubro) são duas peças de Pablo Hidalgo inspiradas na história da sua família e que a ditadura espanhola silenciou. Voltam agora, como forma de reflexão sobre o presente e perspectiva para o futuro.

No dia 10 de outubro, no Espaço Alkantara, a croata Vlatka Horvat apresenta uma conversa improvisada com quatro horas sobre histórias pessoais e a História da ex-Jugoslávia. Sete mulheres fazem parte da conversa: a autora do projeto Vlatka Horvat e seis mulheres imigrantes da antiga Jugoslávia da mesma geração, que vivem em Portugal.

A partir de dia 22 de outubro, o Teatro Maria Matos e a Culturgest iniciam uma retrospetiva de catorze obras do Projecto Teatral, que se estende até dia 23 de dezembro. A proposta do Projeto Teatral é a disponibilização de “uma experiência não-mediada, um encontro direto entre quem contempla e o contemplado”. Para isso, apenas entregará a folha de sala depois do espetáculo, que será de entrada livre.