08f65c4513f96c192f1065f2600760e9_XL

Coca-Cola. É a vez de a Torre de Belém estar na lata

Depois de o centro histórico do Porto e de a floresta Laurissilva, na Madeira, terem estado nas latas da Coca-Cola, é agora a vez de um monumento da cidade de Lisboa ter protagonismo.

O tributo à Torre de Belém é resultado da assinatura de um protocolo entre a Coca-Cola e a Direção-Geral do Património Cultural com o objetivo de promover os  museus e monumentos da capital e facilitar o acesso aos edifícios históricos. O acordo entre as duas entidades vai ser assinado esta sexta-feira.

A partir de 1 de agosto, de terça-feira a domingo, todos os turistas, nacionais e internacionais, vão ter à disposição um autocarro que vai percorrer dois percursos com passagem por espaços culturais como o Mosteiro dos Jerónimos, a Torre de Belém, o Museu Nacional de Arqueologia, o Museu Nacional dos Coches, o Panteão Nacional e o Museu Nacional de Arte Contemporânea-Museu do Chiado. Os passeios são gratuitos.

Com esta edição especial e o protocolo assinado, a Coca-Cola cumpre o objetivo de homenagear as várias cidades, promover o turismo e destacar a importância do património cultural e arquitetónico.

A coleção Património Revisitado é uma iniciativa da Coca-Cola que foi criada em 2012 e que retrata monumentos portugueses classificados pela UNESCO como património da humanidade.

Mais Artigos
Salvador e Luísa Sobral Eurovisão 2017 Amar pelos Dois
Três anos depois, ‘Amar pelos Dois’ regressa às músicas mais vendidas nos Estados Unidos