O rock está a chegar à cidade e o Espalha-Factos quer ajudar-te na difícil tarefa de escolher os concertos que não podes perder. Um português, um brasileiro, um raro, um regresso, uma estreia – são estas as nossas apostas.

Um concerto português: Márcia

Traz o mais recente Quarto Crescente para apresentar no Palco EDP no dia 18, e a doçura da sua voz e letras para partilhar com os presentes, com o sol a por-se no rio Tejo.

 

Um concerto brasileiro: Rodrigo Amarante

Sobe ao Palco Super Bock, no dia 18, o ex-Los Hermanos que nos traz a bossa nova de Cavalo, um dos discos mais bonitos da história da música brasileira.

 

Um raro: FFS (Franz Ferdinand & Sparks)

O supergrupo que une os experientes Sparks aos irreverentes Franz Ferdinand acaba de lançar um disco homónimo que tem reunido boas críticas e que agora trazem ao nosso país. Tocam no Meo Arena no dia 18 e nunca se sabe quanto isto dura por isso. Pelo sim, pelo não, é não perder!

 

Um regresso: Blur

É incontornável. Continuam a ser uma das bandas mais relevantes do panorama musical e ainda por cima trazem novo disco na calha, o surpreendente The Magic Whip. Momento para tomar contacto com esses novos temas e matar saudades de velhos clássicos.

 

Uma estreia: Benjamin Clementine

Será debaixo da pala do Pavilhão de Portugal que este inglês descoberto em Paris fará vibrar as sereias do Tejo. Dono de uma portentosa voz, dedilhará ao piano os temas de At Least For Now, um dos melhores discos do ano.

Para além destas cinco apostas do Espalha-Factos, há muito mais para ver e ouvir no Super Bock Super Rock. Todas as informações estão na página oficial do evento.