Na rubrica Lost In Translation, o Espalha-Factos dá a conhecer algumas das melhores séries estrangeiras que por algum motivo não tiveram tanto sucesso em Portugal. Esta semana apresentamos-te a comédia autodepreciativa Episodes que coloca na mira o dia a dia de Hollywood.

Sean e Beverly Lincoln (representados por Stephen Mangan e Tamsin Greig) são um sucesso no Reino Unido. O casal de escritores recebeu mais um prémio Bafta pela sua série de televisão Leyman’s Boys e já não tem nada a provar por terras de sua majestade, onde são incrivelmente prestigiados. Foi fácil, portanto, decidir aceitar quando uma cadeia televisiva de Hollywood propôs que adaptassem o seu sucesso para o mercado norte-americano. O que não anteciparam foi o caótico mundo em que estariam a entrar.

Fica patente logo de início que o chefe da cadeia televisiva Merc Lapidus (protagonizado por John Pankow), não está interessado em mais do que capitalizar a fama da série criada pelos Lincoln, prontamente descaracterizando aquilo que fazia da história algo de especial, demasiado cego pelo seu ego para admitir que alguma vez as suas decisões pudessem ser algo mais que perfeitas.

22e25c9f-6428-404c-b96a-c3ade1b3424d

Após a contratação de Matt LeBlanc para trazer ainda mais mediatismo ao novo Leyman’s Boys à revelia dos seus criadores, está montado o cenário para uma sequência de desafortunados eventos que colocam à prova não só a carreira de Sean e Beverly, mas também o seu casamento.

Na sitcom Episodes de David Crane e Jeffrey Klarik, Hollywood é satirizada pela quantidade de promessas quebradas, falta de caráter e jogos de poder que acabam por prejudicar atores e criadores, com Matt LeBlanc a representar igualmente uma sátira de si próprio numa personagem infantil, narcisista e viciada em sexo. O famoso ator de Friends é, na verdade, aquele que mais dá vida à série com situações incrivelmente caricatas e reações improváveis que já lhe valeram um Golden Globe para melhor ator de comédia.

Episodes

A qualidade geral da série não passou ao lado de uma relativamente pequena, mas fiel, base de telespectadores que vai mantendo as audiências altas o suficiente para caminharmos já para a quinta temporada. Basta, aliás, olhar para medidores de aprovação por parte de fãs e críticos em sites como o Rotten Tomatoes para confirmarmos que Episodes conquistou a larga maioria daqueles que a acompanharam. As notas das temporadas a subiram ao longo do tempo tendo atingido na quarta incursão 93% em 100, com apenas a terceira temporada a ter sido menos bem recebida.

Episodes foi vendido a 186 canais pelo mundo fora, passando em Portugal no canal FX, mas sem nunca ter atingido grande sucesso no nosso país. Serão várias as razões para que tal aconteça. Por certo, talvez a sátira de um mundo de negócios tão americano não seja tão interessante ao público português ou quiçá tal se deva ao fato da série ser transmitida num canal pago chegando por isso a menos espectadores. Qualquer que seja a razão, contudo, é de lamentar que um argumento tão particular e com performances memoráveis de Matt LeBlanc que vieram dar nova vida à carreira do ator, estejam a passar ao lado da maioria dos portugueses.

Episodes-Matt-LeBlanc-Tamsin-Greig-and-Stephen-Mangan

Nos Estados Unidos os desastres de Sean, Beverly e Matt continuarão as suas filmagens em 2016 com a showtime a ter encomendado mais nove episódios para a quinta temporada. Caso ainda não tenham visto esta divertida série, vão bem a tempo de a conhecer.