Hoje é um dos dias mais decisivos da União Europeia desde a crise de 2008, que causou no velho continente mudanças radicais a nível social, económico e político. O “5” de hoje pretende assim homenagear um povo que, historicamente, é o grande fundador da cultura ocidental e democrática em que vivemos.

Tsípras, Primeiro Ministro grego, convocou o povo helénico às urnas para serem eles a decidir o futuro da mais antiga democracia do mundo. A Grécia está na eminência de receber mais um resgate financeiro, mas para isso tem que aumentar a austeridade no país. Política agora à parte, queremos, através do cinema, olhar para a Grécia com outros olhos e mostrar a beleza deste país do Mediterrâneo e a qualidade artística do seu histórico cinema.

Seguem então 5 filmes que marcaram a produção cinematográfica grega. Tanto por serem filmes gregos como por serem filmes passados nesse mesmo país. O poder da arte e especificamente do cinema é incrível e hoje vale a pena recordar que nem tudo são números ou euros. Há muito mais para além desta visão deficitária e calculista da humanidade e à Grécia ninguém tirará a sua imensa e cativante cultura.

Zorba, o grego (1964)

Zorba The Greek 2

Filme greco-americano que ganhou 3 Oscars (fotografia, atriz secundária e direção de arte), Zorba, o grego conta-nos a história de um escritor inglês que viaja para a ilha de Creta – a maior das mais de 400 ilhas que compõem a Grécia. Este escritor vê a sua vida a mudar completamente quando, na ilha grega, conhece Alexis Zorba, um espírito louco grego que o leva às mais caricatas situações.

Hércules (1997)

Hercules_2

Nomeado para o Oscar de melhor filme de animação em 1998, Hércules conta-nos a história de uma das mais conhecidas lendas da mitologia grega. Hércules, semi-deus filho de Zeus, o deus de todos os deuses, é enviado para a terra para ser criado por mortais. Há medida que cresce ele vai percebendo que tem poderes fora do normal, até que percebe que é filho de deuses e pode escolher ter uma vida imortal.

Attenberg (2010)

4_ATTENBERG

 

Um filme grego da nova geração de cinema helénico que, em 2010, fez bastante o circuito de festivais europeus, sendo nomeado ao Leão de Ouro em Veneza. Attenberg conta-nos a história de Marina, uma rapariga de 23 anos que nunca teve experiências sexuais e que vive com o seu pai – que tem uma doença terminal – numa vila piscatória grega. A rapariga nunca escondeu o seu desagrado com pessoas no seu geral, mantendo apenas uma grande amizade com Bella.

Canino (2010)

dogtooth-photo-4

Filme grego nomeado ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2010. Canino conta-nos a história de uma família grega algo caricata. Chefiada pelo pai de família que enclausura todos os outros elementos do agregado numa bolha que é materializada na casa deles. Este homem diz aos filhos que só poderão sair de casa quando os dentes caninos caírem, o grande problema aqui é: os dentes caninos nunca caem.

Before Midnight (2013)

before-midnight

Nomeado para o Oscar de melhor argumento original, este filme de Richard Linklater conta-nos a história de Jesse e Celine, que começou quase há 20 anos numa conversa de comboio para Viena (Before Sunrise). Aqui em mais um filme da trilogia indie mais romântica de sempre, encontramos os protagonistas na Grécia. O casal que ainda vive por Paris decide passar umas férias na região grega da Messênia.