Situado nas margens do rio Tejo, na pitoresca aldeia de Valada, há um evento que traz à paisagem ribatejana um certame variado e selecto do mais interessante que há na música underground. Durante três dias, o Parque das Merendas de Valada prepara-se para ser ponto de encontro entre o prog, o metal, o stoner, o psych e outras correntes.

No início deste mês fechou definitivamente o cartaz do Reverence Festival Valada 2015, e embora ainda falte algum tempo para os dias 27, 28 e 29 de agosto, o Espalha-Factos compila agora alguns dos maiores destaques do cartaz e outros bons argumentos trazidos pela segunda edição de um festival que já se pode considerar de culto, depois de uma muito bem recebida estreia a que ninguém ficou indiferente.

Stoned Jesus

Presentes no primeiro conjunto de nomes anunciados para o festival, os Stoned Jesus são um trio que gosta de tocar rock n´roll. Desde 2009 que se têm lançado em frequente actividade discográfica, lançando para além de três discos, numerosos EP’s, compilações e splits. O mais interessante em tudo isto é a variedade presente ao longo destes registos, onde podemos encontrar traços distintivos de blues e hard rock, brincadeiras agradáveis com o folk psicadélico e aforismos stoner. O mais recente disco, The Harvest, lançado este ano, vê um foco muito mais predominantemente doom. Contudo, ninguém duvida de que os ucranianos são sem dúvida, uma das bandas mais enquadradas e polivalentes para um festival como o Reverence.

http://www.youtube.com/watch?v=kKAWz4bIeLg

Bizarra Locomotiva

Percursores do metal industrial em Portugal, os Bizarra Locomotiva são uma banda com mais de vinte anos de existência e destacam-se por serem um dos projectos com mais personalidade dentro do género. A ágil mistura entre os riffs pesados e repetitivos do stoner e do doom, com os ferozes samples electrónicos e camadas rítmicas fabris, capta perfeitamente a constante luta entre o orgânico e o mecânico que é ouvida no som da banda, que por sua vez não demora muito até se entranhar numa mescla realmente bizarra entre ritmo e peso. Mortuário, lançado em 2015, é o mais recente disco e promete-se um espetáculo ao vivo intenso que vai agitar sensibilidades em Valada.

http://www.youtube.com/watch?v=aGEk0g78GBo

JEFF The Brotherhood

Facto curioso, mas a verdade é que os JEFF The Brotherhood são, de facto, uma irmandade, já que são um duo de irmãos norte-americanos do Tennessee com um fraquinho por letras absurdistas e um garage rock com boa onda e vontade de diversão. Entre providenciarem instrumentais para uma versão de Mozart composta por Jack White e interpretada pelos Insane Clown Posse (não será necessário comentar) e fazerem músicas sobre abdominais, os irmãos JEFF gostam de fazer um rock simplista e dançável que os torna numa das propostas mais acessíveis no cartaz deste ano. Para ver no dia 27 de agosto com uma cerveja na mão e uma das já lendárias bifanas de Valada na outra.

http://www.youtube.com/watch?v=lDmE7OGYjhg

Amon Düül II

Como se notou pela presença de bandas como Psychic TV e Hawkwind, para além da inclusão de algumas das melhores apostas do presente e do futuro da música underground, a troupe do Reverence gosta sempre de incluir entre as suas fileiras, os melhores representantes do passado. Em 2015, o papel de mentores veteranos vai ser desempenhado pelos alemães Amon Düül II, precursores do krautrock e até hoje um dos maiores expoentes da cena progressiva. Com uma carreira que abrange quase 50 anos e uma história radicada em ideais revolucionários e contra-culturais numa Alemanha da Guerra Fria, os Amon Düül II vêm a Portugal dar uma master class sobre música psicadélica num concerto para se prestar atenção e ficar absorvido nas densas cornucópias sonoras do seminal grupo.

http://www.youtube.com/watch?v=oq3jPTLZJKo

Sean Riley and The Slowriders

Depois de um período bastante discreto dos seus Slowriders, Afonso Rodrigues (o senhor Sean Riley) regressa com o projecto oriundo de Coimbra depois de um tempo a explorar outras paletas sonoras. Agendando está este reencontro no Reverence onde há uma boa oportunidade para se mostrar alguns temas de um novo álbum que está em processo de construção, bem como revisitar os velhos e nostálgicos lugares do já clássico repertório passado do grupo. E há realmente poucas paisagens mais adequadas do que os trilhos verdejantes e as frescas clareiras do Parque das Merendas de Valada. Rodrigues estará presente no festival em dose dupla, também com os Keep Razors Sharp que, repetentes do ano passado, trarão à mesma natureza harmoniosa e indomada, um registo mais perigoso e vertical.

http://www.youtube.com/watch?v=SiPa66vguKY

The Jon Spencer Blues Explosion

Apesar de, no dia 28 de agosto, a maioria das atenções provavelmente cair sobre os soberanos absolutos do stoner metal que são os Sleep, será muito ingénuo subestimar a barulheira e a azáfama que Jon Spencer e companhia atrairão para ao pé de si. Sendo uma das bandas mais pedidas para a segunda edição por parte dos festivaleiros, a organização não ficou indiferente e juntou o bombástico conjunto ao elenco que se vai reunir ao pé do Tejo. Com uma atitude e um som que caem perfeitos na banda sonora de um filme de crime passado nos anos 70, os Jon Spencer Blues Explosion são velocidade, excesso, confiança e prometem trazer uma enchente selvagem com eles para se viver o rock da forma mais explosiva e ao melhor estilo.

http://www.youtube.com/watch?v=rO8uSJS01SY

Samsara Blues Experiment

De Blues Explosion passamos para Blues Experiment… Os SBE são outro grupo de rock progressivo alemão e representam uma nova geração de músicos com o intuito de manter bem vivo o legado nacional da música psicadélica. Conhecidos pelos seus espetáculos abrangentes, rigor técnico e uma atitude sem brincadeiras, os Samsara Blues Experiment vêm para marcar o recinto do Reverence Festival Valada. Com uma elevada dose de experimentação, mas sem nunca perder o foco, o concerto dos alemães promete doses iguais de pujança e contemplação à medida que se percorre pelos longos caminhos cheios de complexas dinâmicas que ornamentam os temas da banda. É para viver uma Long Distance Trip, de facto, ao luar do último dia do festival.

http://www.youtube.com/watch?v=_TnNb3cBzuE&list=PLL1GgLaYL2ZRg24amzj-t7A5gboeFL0jX

Füzz

Terminamos o rol de sugestões em bom tom, com um último nome nacional. Oriundos da eternamente virtuosa cena musical das Caldas da Rainha, os Füzz são um trio “dobra-géneros” que cria uma mescla exótica entre um post-hardcore e uma visão muito fresca do stoner rock e outras correntes psicadélicas. Com música que por vezes soa como um lento gigante a arrastar-se pelas montanhas e noutras é simplesmente uma descarga de energia pura, os Füzz assumem-se como um pequeno projecto que caminha rapidamente para direcções muito interessantes e são certamente uma das ofertas mais revigorantes e entusiasmantes do cartaz deste ano. Para comprovar, dia 28.

http://www.youtube.com/watch?v=Xj97dKPAIvw

O Reverence Festival Valada ocorre dias 27, 28 e 29 de agosto. O preço do passe geral está afixado nos 65€ (70€ na bilheteira do festival). O passe diário para o dia 27 está a afixado a 10€ (15€ no local) e para os dias 28 e 29, o valor é 40€ (45€ no local).