O Aqui há Blog chega hoje à 15.ª edição. A celebração é feita com uma análise pessoal das redatoras, que desde o início se comprometeram e empenharam em fazer funcionar esta rubrica. Aqui ficam os testemunhos da equipa do Aqui há Blog, que para além de redatoras, são também leitoras assíduas de blogues de moda. Nesta edição, podes ler sobre a sua experiência e saber quais os seus blogues de eleição. Afinal, porque é que Aqui há Blog?

Inês Oliveira

A ideia fulcral desta rubrica é dar a conhecer aos nossos leitores blogues de moda e lifestyle, tanto nacionais, como internacionais. Uma vez que a escolha dos blogues é pessoal, acaba por refletir um pouco dos gostos e personalidade das nossas redatoras.

Desde que comecei a navegar pela blogosfera já visitei inúmeros blogues, mas poucos são aqueles que sigo diariamente. A questão é que no meio de tantos blogues unicamente dedicados à moda, poucos são aqueles que se destacam. Um blogue deste género tem que apresentar conteúdo inovador e criar uma relação com o leitor.

A Pipoca Mais Doce é um dos blogues que sigo há mais tempo, por me apresentar posts atuais e outros que nada têm a ver com a atualidade. É um blog que é sinónimo de uma boa gargalhada e que dá prazer ler. A nível internacional, é-me difícil eleger um, por isso deixo dois nomes de blogues que me cativam, um pela elegância – Angelica Blick – e o outro pela simplicidade – Sincerely, Jules – e ambos funcionam muito bem, não só em termos de conteúdos, como em termos técnicos e estéticos!

Rita Mata-Seta Pereira

Em tempos em que a blogosfera abarrota pelas costuras, para se destacar entre tantos outros, um blogue precisa de ser autêntico, de puxar por uma ideia criativa e genuína. Há tantos e tantos blogues que não passam de imitações, de versões de um formato estandardizado que já vimos mais de mil vezes! Para que valha a pena ser lido, um blogue tem de ser autêntico. Ter um conceito próprio e original é o primeiro passo para um blogue de qualidade e sucesso!

O segundo ponto essencial é a conexão com o leitor. A ligação blogger-leitor é crucial na hora de nos fidelizarmos ao blogue – só o fazemos se sentirmos que o que ali está a acontecer não é uma coisa distante, mas sim que estamos conectados aos pensamentos, às ideias e à realidade do blogger.

Para mim, The Man Repeller é um dos melhores exemplos do que de bem se pode fazer num blogue. A ideia por trás dele é simplesmente genial e original: o repelente de homens, porque aquilo que as mulheres mais adoram é aquilo que os homens mais costumam odiar! Costumo consultá-lo porque às vezes me farto de só ver outfit posts e quero algo com mais substância, que me leve a pensar sobre outras coisas mas, que, ao mesmo tempo, seja leve e atrativo.

The Man Repeller faz um equilíbrio perfeito entre posts mais estéticos e visuais e posts com mais conteúdo, que não se cingem só às últimas tendências da moda mas também a temas sociais relevantes para os leitores. É um blogue que se esforça por questionar e ter uma visão crítica. Além disso, é super divertido! Quem ainda não teve um ataque de riso ao ler um post da Leandra Medine?

Carolina Branco

Na blogosfera (e num mundo cada vez mais preguiçoso), a imagem prevalece sobre a palavra. Por mais bem escrito e interessante que seja o conteúdo de um blogue, é a imagem e o design que melhor seduz o leitor. Talvez seja por isso que o Garance Doré e o Zanita sejam os dois únicos blogues que me têm como seguidora assídua. O seu design e as fotografias que ilustram os posts chamam a atenção mesmo daqueles que tropeçaram na página por acaso. As fotografias, quer de um, quer de outro, são pequenas obras de arte.

Por outro lado, a disposição dos conteúdos, no blogue, torna-se fulcral e poderá ser o ponto de distinção entre milhões deles. Em ambos isso se verifica com uma organização fácil e moderna que nos cativa a explorá-lo.

Apesar destes aspetos, quando há empatia entre o leitor e o blogger, está o passo dado. E, no meu caso existe!