Foi em junho de 2005 que os Pink Floyd anunciaram uma reunião para um concerto, o que alegrou meio mundo, naturalmente. Mas o mês ficou marcado por temas que ainda hoje nos andam nos ouvidos como Speed of Sound dos Coldplay ou Best of you dos Foo Fighters.

ColdplayX&Y (Parlophone)

Depois do sucesso de A Rush of Blood to the Head este seria um disco em que Chris Martin queria fazer a diferença no panorama musical. Foi, por isso, um disco muito trabalhado com muita gente em estúdio e que revela um mistura maior de géneros musicais. Nele podemos ouvir riffs de guitarras, mas também órgãos de igreja e sintetizadores. As letras, mais amadurecidas, indicam uma nova direção na composição lírica da banda. A crítica dividiu-se mas os prémios revelaram que foi um dos mais importantes discos do ano.

http://www.youtube.com/watch?v=0k_1kvDh2UA
Para ouvir também Fix You e The Hardest Part

The White Stripes Get Behind Me Satan (XL Recordings)

Saber sair por cima. Será porventura um dos lemas de Jack White, um dos pequenos génios da nossa geração de músicos que com este disco se despedia do projeto que rockara nos inícios dos anos 10 com a doce Meg White. Haveriam de ganhar no ano seguinte o Grammy de Melhor Banda de Música Alternativa e deixar uma saudade imensa da dupla vermelha e branca.

http://www.youtube.com/watch?v=y6LuwU3LPLE
Para ouvir também: Blue Orchid e My Doorbell

Jamie LidellMultiply (Warp Records)

R&B de alto nível feito por um branquela inglês a viver nos Estados Unidos. Multiply, o single, apareceu em Grey’s Anatomy e chegou a um público que possivelmente não ouviria. Para a publicação Pitchfork foi um dos discos essenciais dos anos 2000.

http://www.youtube.com/watch?v=fkqIsSTWSsc
Para ouvir também: A Little Bit More, Game for Fools

Foo FightersIn Your Honour (BMG/RCA)

Quem teve oportunidade de ver o documentário realizado a par da gravação do mais recente disco dos Foo FightersSonic Highways – pôde testemunhar o espírito criativo de Dave Grohl que em pequenos momentos de pausa pega na guitarra e começa a compor canções. Assim terá acontecido no fim da tourné de One By One e quando Grohl chegou a estúdio para compor o quinto disco da banda contava já com uma boa dezena de temas que acabaram editados num CD acústico. O nº 1 de In Your Honour obedece à escola rock dos Foo Fighters.

http://www.youtube.com/watch?v=h_L4Rixya64
Para ouvir também: Hell e Friend of a Friend

Jamiroquai – Dynamite (Epic)

Eletrónica, funk, disco, acid jazz, as influências de nomes maiores como James Brown ou Prince e o estilo gingão de Jay Kay fizeram de Dynamite um disco fresco e apetecível para o verão quente de 2005 (que foi efetivamente um dos mais quentes de que há memória).

http://www.youtube.com/watch?v=H9W9rc-P9UQ
Para ouvir também: Seven Days in Sunny June, (Don’t) Give Hate a Chance