Nos dias 4 e 5 de julho, a cidade do Porto fará parte do grande projecto Open House, uma iniciativa de arquitectura que abrange trinta cidades em todo o mundo. Os visitantes poderão disfrutar visitas gratuitas a 45 espaços no Porto, Gaia e Matosinhos.

Pedro Bandeira, comissário desta primeira edição, refere que o projeto pretende “dar a conhecer a um público alargado uma diversidade grande de edifícios e infraestruturas que, pelo seu valor arquitectónico, pela sua função específica ou localização privilegiada, merecem toda a atenção. Partindo do valor associado à arquitectura contemporânea que se produz no Porto – e que já valeu dois prémios Pritzker a Álvaro Siza Vieira e Eduardo Souto de Moura – o Open House Porto favorece também um enquadramento de edifícios históricos da cidade”.

Os visitantes terão a possibilidade de fazer visitas livres, acompanhados por assistentes ou até comentadas por autores e especialistas. Os espaços vão desde casas privadas e teatros a mosteiros e espaços industriais.

Open House nasceu em 1992, em Londres, graças a Victoria Thomton. O objetivo deste projecto é dar a conhecer os tesouros arquitectónicos de cada cidade a turistas e locais. Esta primeira edição no Porto uma co-produção da Trienal de Arquitectura de Lisboa com a Casa da Arquitectura, numa parceria estratégica com as Câmaras Municipais do Porto, Gaia e Matosinhos.

Podes encontrar todos os detalhes acerca dos horários e dos espaços que podem ser visitados na página oficial do evento, aqui.