O single Uptown Funk, que junta o produtor Mark Ronson a Bruno Mars,– um sucesso que conta com cerca de 770 milhões de visualizações no YouTube – gerou 2 milhões de dólares de receitas, que vão agora ter de ser divididos por 11 letristas.

É verdade. O tema de Mark Ronson e Bruno Mars, que tem o segundo maior reinado de sempre no Top 100 da Billboard, inicialmente apenas tinha creditados seis letristas. Para além de Ronson e Mars, também Jeffrey Bhasker, Philip Lawrence, Devon Gallaspy e Trinidad James participaram na escrita de Uptown Funk.

Contudo, e após uma queixa da editora dos The Gap Band, que reclamava que a letra de Uptown Funk se tinha inspirado em demasia no sucesso de 1979 da banda, Oops Upside Your Head, tiveram de ser adicionados e creditados mais 5 letristas pertencentes ao grupo de funk.

A Billboard estima que Uptown Funk já ganhou 2,7 milhões de dólares em direitos de autor – sem incluir os direitos audiovisuais de televisão e de filmes – sendo que 1,9 milhões de dólares desse valor pertence aos letristas, de acordo com os seus contratos editoriais.

Philip Lawrence vai receber 20,5% do valor a que os letristas têm direito, Bruno Mars receberá 18,3% do valor total, Mark Ronson e Jeffrey Bhasker vão receber igualmente 18%. The Gap Band, após terem apresentado a queixa, vão ficar com 12% das receitas dos letristas, Trinidad James vai ter direito a 8% e Devon Gallaspy vai ficar com os restantes 5,2% dos lucros dos letristas de Uptown Funk.