Depois de estar anunciado o fim de Agora Nós, que acontece no próximo dia 3 de julho para dar lugar a Praça da Alegria, a RTP vem justificar o fim do programa das manhãs.

 O canal diz que está a cumprir ”uma das missões da RTP” – a de que ”diferentes intervenientes, convidados e outras realidades sociais possam aceder à televisão fora da capital do País” e que esta mudança ”corresponde a um princípio básico de serviço público, descentralizado e plural”.

Tânia Ribas de Oliveira já reagiu ao fim do programa ao publicar uma mensagem na página de Facebook de Jorge Gabriel. ‘‘Um dia, talvez as pessoas percebam que nós somos profissionais de televisão e não mandamos nas mudanças. As nossas relações pessoais não são beliscadas. Estes falsos moralismos só me dão vontade de rir”, escreveu a apresentadora.

Agora Nós chegou à antena em setembro do ano passado e conquistou bons resultados para o canal público. A dupla Tânia Ribas de Oliveira e José Pedro Vasconcelos ocupou o lugar de Praça da Alegria, que estava no ar há 19 anos. Agora, as cadeiras voltam a trocar-se. A partir de setembro, Sónia Araújo e Jorge Gabriel voltam a assumir as manhãs, a partir estúdios do Porto.