No Espalha-Factos continuamos a destacar a melhor performance televisiva da semana. Esta foi a vez de Lena Headey, de Game of Thrones, receber esse título.

lena headey

Lena Headey, em Game of Thrones

Como não podia deixar de ser, o mérito cai sobre Game of Thrones uma vez mais. Neste final de temporada, seria impossível não reconhecer o trabalho da atriz que dá vida a Cersei Lannister, a rainha diabólica que se vê finalmente a braços com o castigo dos seus pecados. Ao longo de uma caminhada de penitência pela capital King’s Landing, a personagem de Lena Headey segue altiva, mas cada vez mais afetada a caminho do palácio, sendo insultada e quase agredida pela população.

O seu colapso nos braços do velho aliado ao chegar ao castelo é, mesmo para os mais indignados com as ações prévias de Cersei, algo no mínimo tocante. Vemos aqui uma mulher derrotada e enfraquecida, em contraste com a lutadora a que estamos habituados. Headey está assim de parabéns por conseguir transmitir um sentimento de puro desespero humano e a rendição de uma personalidade normalmente maliciosa à essência da humildade forçada.

É caso para dizer que “a rainha vai nua”. Mas fazendo jus à série!