A venda da Transportadora Aérea Portuguesa gerou uma onda de choque nas redes sociais e opinião pública nacional. A transação foi de 354 milhões de euros, mas o Estado português vai apenas encaixar 10 milhões dessa mesma quantia. Segue agora uma lista de 5 filmes que custaram tanto dinheiro a produzir como a venda de 61% das ações da TAP rendeu às contas públicas.

Este valores não parecem ser muito animadores quando os podemos comparar a valores de produção de filmes independentes. O cinema deste género é um cinema que se cria à margem da lógica de estúdio e, por isso mesmo, o financiamento destas obras é exponencialmente mais pequeno que a dos blockbusters que começam agora a dominar as salas portuguesas no verão. Vamos ver agora uma lista de filmes que, apesar de não se inserirem na lógica de estúdio, bateram perto dos 10 milhões de euros nos custos de produção.

Pulp Fiction (1994)pulp-fiction_destaque

 Budget estimado: $8.000.000

A obra prima de Quentin Tarantino que ganhou a Palma de Ouro para melhor filme no Festival de Cannes de 1994 teve um custo de produção relativamente alto para um filme independente. Quando comparado com o seu filme anterior, Tarantino teve em Pulp Fiction um custo muito mais elevado quem em Reservoir Dogs, filme onde os custos de produção foram de 1.2 milhões de dólares.

As Virgens Suicidas (1999)nightmare_thevirginsuicides

Budget estimado: $6.100.000

A quantia parece mais modesta do que dos outros filmes que já falámos. Mas As Virgens Suicidas é a primeira longa-metragem da carreira de Sofia Coppola. Um budget de 6 milhões de dólares para um primeiro filme de uma realizadora independente é já uma soma bastante elevada. Este filme protagonizou Kristen Dunst que colaborou com a realizadora novamente em Marie Antoinette.

Beleza Americana (1999)

american-beauty-portable-1999

Budget estimado: $15.000.000

O filme que contou com Kevin Spacey como protagonista e Sam Mendes na cadeira de realização, ganhou 5 Oscars na 72ª edição da cerimónia, incluíndo o Oscar para melhor filme. Este é um filme independente que, apesar de não necessitar de grandes gastos de produção em localizações, efeitos especiais ou outras andanças que tais, gastou bastante no elenco de luxo que apresentou em ecrã. O custo final de produção roçou perto dos 15 milhões de dólares, mas recebeu 130 milhões de dólares só nas bilheteiras dos EUA.

Memento (2000)

memento

Budget estimado: $9.000.000

A segunda longa-metragem de Chirstopher Nolan foi um filme que excedeu imenso o seu valor inicial e planeado para o custo de produção quando o filme arrancou na pré-produção. Memento tinha 4.5 milhões de dólares como budget atribuído, mas Nolan excedeu imenso esse valor, duplicando o valor final de custo de produção para os 9 milhões. O filme no entanto conseguiu arrecadar 50 milhões de dólares nas bilheteiras apenas nas duas primeiras semanas de estreia.

O Despertar da Mente (2004)

Eternal-Sunshine-of-the-Spotless-Mind-eternal-sunshine-4403280-1024-576

Budget estimado: $20.000.000

Um dos filmes mais queridos dos fãs do cinema independente norte-americano, este Eternal Sunshine of the Spotless Mind, que conta com Jim Carrey e Kate Winslet nos papéis principais, teve um custo de produção que duplicou as receitas do Estado com a venda TAP. Este filme é o mais caro da lista mas continua a ter um traço de cinema independente. O filme de Michel Gondry acabou por ganhar o Oscar de melhor argumento original em 2005.