No passado fim de semana, de 28 a 30 de maio, decorreu em Espanha o Primavera Sound Barcelona, um dos maiores e mais reconhecidos festivais europeus. Com um público estimado de 100 mil pessoas, nove palcos e mais de duas centenas de artistas, o evento foi ainda emitido em live stream para todo o mundo no site oficial da organização.

De olhos postos no seu irmão mais novo, o Espalha-Factos esteve atento às transmissões do Primavera, e traz-te agora uma pequena lista de artistas que também marcarão presença no Parque da Cidade do Porto no NOS Primavera Sound e que, com base nas performances de Barcelona, merecem a atenção dos festivaleiros portugueses nos dias 4, 5 e 6 de junho.

Caribou

_M2_0299

Caribou é o nome artístico de Dan Snaith, compositor de música electrónica que também já assumiu os pseudónimos de Daphni e Manitoba. Vem de Ontário, Canadá, e na semana passada trouxe a Barcelona o seu mais recente álbum de originais, o aclamado Our Love (2014), num concerto inegavelmente intenso e repleto de momentos memoráveis. Munido da sua banda de três elementos, um notável jogo de luzes resplandecentes, uma panóplia de efeitos digitais e as incandescentes batidas a que já habituou, Snaith conquistou o público catalão desde o primeiro tema, que não se conteve a cantar e dançar em nenhum momento da sua hora de atuação. Caribou sobe ao Palco NOS do Primavera Sound do Porto no dia 4 de junho.

Mac DeMarco

2014Macdemarco_ACL_AF-6453

O canadiano menos discreto do mundo da música está de volta a Portugal. Depois de uma passagem muito bem recebida pelo Vodafone Paredes de Coura, e um par de concertos igualmente bem recebidos na baixa lisboeta, Mac DeMarco retorna a terras lusas para apresentar o seu ainda-não-editado mini LP, Another One. Em Barcelona, num set que ainda contou com a presença de um sol que lentamente se punha, a boa disposição e infecciosos licks de guitarra de DeMarco contagiaram o público já consideravelmente grande chamado ao palco, que ia reconhecendo e aplaudindo os sucessos dos três discos do músico. No NOS Primavera Sound, promete trazer maior algazarra ao Parque da Cidade que àquela que se viu às margens do Taboão no ano passado. Mac DeMarco toma o Palco NOS no dia 4 de junho.

http://www.youtube.com/watch?v=4TmzS9n24YY 

Run the Jewels

1401x788-Run-the-Jewels---CG

 

Desde que El-P e Killer Mike se juntaram para fazer música que a dupla tem andado a “virar cabeças”, como se diz na sua terra de origem. R.A.P Music, de Mike apenas, mas produzido inteiramente por El-P, foi tão bem recebido que não foi preciso muito para que os músicos se unissem sob um nome só, e lançassem dois registos com tanto sucesso crítico quanto junto dos seus fãs. Na semana passada, não fizeram mais que aquilo a que estão habituados: Barcelona viu, num palco cheio de duas pessoas, o extasiar dos ânimos dos festivaleiros, que não ficaram indiferentes à habilidade técnica dos versos de Mike e El ou a bruta força dos seus beats electronicamente tingidos. Agora, a dias da sua estreia em Portugal, os Run the Jewels estão prestes a colher os frutos de todo o reconhecimento que têm tido por terras lusas. Run the Jewels apresentam-se no Palco ATP do NOS Primavera Sound, no dia 5 de junho.

Spiritualized

19_spiritualized_lg

Representando a Inglaterra, os já mais veteranos Spiritualized não ficaram para trás. O projecto do compositor Jason Pierce, que vai completando 25 anos, trouxe a Barcelona o seu space rock colorido em tons de garage e prog, contagiando o público que esbracejava incessantemente por entre o entorpecente jogo de luzes do grupo. De facto, pouco se viu de gente parada no meio da multidão, que teve direito a ouvir pedaços dos múltiplos álbuns da carreira da banda, inclusivé do eterno magnum opus Ladies and Gentleman We Are Floating in Space. Um concerto introspectivo, divagante e fraco em palavras, mas também emocionante e de magnânima intensidade. De volta a Portugal no dia 5 de junho, os Spiritualized prometem trazer a virtude técnica e executiva da sua música espacial ao Porto, no Palco ATP do NOS Primavera Sound.