Esta semana, a Agenda Aparte volta com um conjunto de espetáculos e eventos bem diferentes entre si. Entre um texto de Ibsen sobre o comodismo do ser humano, a biografia de Virginia Woolf no corpo de Sara Carinhas, uma exploração pela sexualidade e um festival de artes performativas no Alentejo, sugerimos também que passes pelo Arco do Cego porque há uma Festa que junta a cultura aos direitos humanos. 

A sugestão Espalha-Factos desta semana é da responsabilidade da Beatriz Ferreira, redatora de Tv&Media. Vê o que ela te aconselha.

  • Estreia

Um Inimigo do Povo

imgs_site_785x247_103_1432228180

Teatro

3 a 14 de junho (excepto 8,11 e 12)

Terça a Sábado às 21h; Domingo às 17h30

Teatro São Luiz

Lisboa

Nesta peça de IbsenFilipa Matta, Isabel Abreu, João Pedro Vaz, Miguel Loureiro, Pedro Gil e Tónan Quito interpretam a colisão do indivíduo com a sociedade. Um homem é confrontado com a passividade de uma cidade que prefere viver manipulado pela imprensa e poder do que pela descoberta da verdade.

Preços: 12 a 15 euros

Consulta mais informações, aqui.

  • Vai Voltar

Orlando

images (1)

Teatro

5 de junho

22h

Plataforma das Artes e da Criatividade

Guimarães

Inserido no Festivais Gil Vicente, que decorre de 4 a 13 de junho em Guimarães, Orlando volta aos palcos. A criação de Sara Carinhas e Victor Hugo Pontes é uma passagem por Orlando de Virginia Woolf através da coreografia de um corpo ficcional, que questiona o tempo e o género.

Preço: 5 a 7,5 euros

Consulta mais informações, aqui.

  • Lá de Fora

69 positions

69_positions_si_990x250_1428654446

Dança

6 de junho

21h30

Teatro Maria Matos

Lisboa

A coreógrafa dinamarquesa Mette Ingvarsten desmistifica através do seu próprio corpo questões mal resolvidas da sexualidade nas artes artísticas contemporâneas. A coreógrafa convida o público a visitar um arquivo de performances, livros, filmes, textos e imagens na abordagem entre espaço público e esfera íntima.

Preço: 7 a 14 euros

Consulta mais informações, aqui.

  • Pelo País

PT.15

PT15

Dança e Teatro

3 a 7 de junho

Convento da Saudação, BlackBox, Sociedade Carlista, Convento de São Domingos, Cine-Teatro Curvo Semedo

Montemor-o-Novo

Plataforma Portuguesa de Artes Performativas organiza um festival com 17 obras de teatro, dança contemporânea e performance. As obras selecionadas por nove curadores representam um pouco do que mais de inovador se fez nos últimos dois anos nas artes performativas.

Consulta mais informações, aqui.

  • Em conta

Festa da Diversidade

festadiv8_0

Música, Teatro, Dança, Artesanato, Gastronomia e Conversas

6 de junho – 15h às 24h

 7 de junho – 12h às 22h

Arco do Cego

Lisboa

A 8ªedição da Festa da Diversidade junta num jardim público da cidade lisboeta a cultura à igualdade e à dignidade. A Festa é organizada pelo SOS Racismo em parceria com as Festas de Lisboa e com diversas organizações de imigrantes e de defesa dos seus direitos. Guto Pires, Djumbai Djazz, Galissá, Irmãos Makossa, Capicua, Tó Trips, Bandex e Maria Viana são alguns dos artistas que podes ver. Além disso, tens conversas e debates, teatro, dança, artesanato e gastronomia.

Entrada livre

Consulta mais informações, aqui.

  • Sugestão Espalha-Factos

Festival Internacional de Tango de Lisboa

IMG_2347

Dança

3 a 7 de junho

Voz do Operário

Lisboa

“Silêncio, que se vai dançar o tango… e em Lisboa. Sim, até domingo, dia 7 de junho, a essência do tango argentino mostra-se ao público português em espetáculos e milongas, n’A Voz do Operário, com a 13ª edição do Festival Internacional de Tango de Lisboa. Uma boa oportunidade para veres de perto alguns dos melhores intérpretes de tango argentino do mundo e para te deixares contagiar pelos ritmos tão singulares deste estilo de dança. Para além disso, e se, como esta colaboradora do Espalha-Factos, sempre quiseste experimentar dar um passinho de dança (neste caso de Tango) haverá também workshops gratuitos com bailarinos e mestres convidados pelo Festival, nas chamadas Aulas de Primeiros Passos.”