A 13ª edição do Festival Internacional de Tango de Lisboa chega dia 3 junho e prolonga-se até dia 7 de junho. Entre espetáculos, milongas e workshops,  o tango argentino mostra a sua essência na Voz do Operário.

O espetáculo de abertura no dia 3 de junho, às 21h, junta o Tango & Fado. Ambos consagrados pela UNESCO como Património Imaterial da Humanidade, encontram-se neste espetáculo com bailarinos de tango argentino convidados pelo Festival e por uma orquestra, os Ojos de Tango. Também vão atuar como convidados Walter ‘El Chino’ Laborde (Argentina) e Pedro Moutinho (Portugal) acompanhado à guitarra e viola.

Na sexta-feira (5), considerado o ponto alto de Festival, alguns dos melhores intérpretes de tango argentino do mundo juntam-se no espetáculo Puro Tango. Poderão ser vistos na pista de dança:Sebastian Achaval y Roxana SuarezAlejandra Mantiñan e Aoniken Quiroga, Ariadna Naveira e Fernando SanchezMariano Otero e Alejandra Heredia e Fausto Carpino e Stephanie Fesneau. Também serão acompanhados pela orquestra Ojos de Tango.

Todas as noites do Festival terão as tradicionais milongas, e este ano pela primeira vez, nas tardes do fim-de-semana.

Durante o Festival também existirão workshops com bailarinos e mestres convidados pelo Festival. Este ano uma das novidades serão as Aulas de Primeiros Passos. Quem nunca dançou tango tem a oportunidade de gratuitamente de o fazer de segunda a sexta (1 a 5 de junho) das 21h30 às 22h30 na Voz do Operário.  No fim-de-semana (6 e 7 de junho) também haverá aulas das 14h às 15h, com o custo de 5 euros.

Vê como foi no ano passado:

Fotografias de Bruno De Sousa

Para mais informações, consulta aqui.