O estudo As marcas nos social media em 2014: menções e presença no Facebook realizado pela Marktest revelou que o caso Banco Espírito Santo foi o assunto que gerou mais buzz, que é como quem diz “burburinho”, nas redes sociais.

A polémica que envolve o nome de Ricardo Salgado e o Banco Espírito Santo reuniu 40% das menções nas redes sociais o ano passado. Este é o resultado recolhido através do Social Media Explorer, um serviço que monitoriza conteúdos veiculados nos social media relacionados com marcas ou personalidades.

O mesmo estudo revela que o Twitter ocupa o primeiro lugar da tabela das plataformas que mais falaram de marcas, em geral, com 39% das menções, seguido dos sites de notícias online (24%), Facebook (19%) e outros meios (18%).

A média diária de publicações referentes às marcas monitorizadas pelo Social Media Explorer situou-se nas 6 249 registando um máximo de 15 704 menções, no dia 4 de agosto.

Se já não te lembras bem como foi o ano passado damos-te uma ajuda. 2014 foi o ano em que:

  • Portugal assistiu à detenção de um ex-primeiro ministro e à queda do império BES;
  • Vila Franca de Xira invadiu as notícias devido à proliferação de casos de legionella e o país temeu a entrada do ébola, o que nunca chegou a acontecer;
  • O arranque do ano letivo foi um dos mais atribulados da história devido à falta de professores nas escolas;
  • O verão foi trágico devido à morte de oito bombeiros no combate a incêndios;
  • Assistimos ao desenvolvimento do caso Meco;
  • Chorámos a morte de Eusébio
  • Nos entretantos, e para desanuviar um bocadinho o ambiente, chegou cá o movimento somos todos macacos, demos continuidade à tendência das selfies, vibrámos com o mundial de futebol e fomos todos inundados com os baldes de água fria do Ice Bucket Challenge.