A ficção produzida em Portugal está boa e recomenda-se. Que o diga a SIC que se prepara para introduzir uma segunda novela no horário nobre a partir da próxima semana.

A estreia de Poderosas, a nova novela produzida pela SP Televisão para a estação de Carnaxide, irá marcar o arranque da exibição de uma segunda novela portuguesa no período entre as 21 horas e a meia-noite. Serão assim três os produtos de ficção no ar na SIC, dois dos quais produzidos em terras lusas.

A diferença para o que o canal faz atualmente reside mesmo no número de novelas faladas em português de Portugal. Até aqui, o horário nobre da SIC tinha uma novela portuguesa (Mar Salgado) e entre uma a duas produzidas no Brasil (Império e Lado a Lado).

Esta mudança obrigou a SIC a renegociar os moldes do contrato celebrado com a Rede Globo. Segundo Gabriela Sobral, Diretora de Produção e Coordenadora de Conteúdos da SIC, em declarações ao Diário de Notícias,  o contrato com a Globo foi diminuído: “Agora temos três novelas, a da hora do almoço, a das 19 horas e a de fim de noite, em vez de serem quatro, como acontecia antes.”

A aposta cada vez maior na produção portuguesa é vista como uma mais valia sobretudo no que ao mercado publicitário diz respeito. “A ficção neste momento é o produto mais apetecível para os anunciantes, mais do que um programa de entretenimento. É diário, está no horário nobre de segunda a sexta-feira, as pessoas sabem que àquela hora está lá a publicidade com personagens muito credíveis, umas mais simpáticas, outras menos, que vendem também o anunciante e o produto”, explica ainda Gabriela Sobral.

Poderosas tem estreia marcada para a próxima semana no horário das 22h30.