Existem várias formas de comemorar a Revolução dos Cravos. Em várias cidades, as comemorações são assinaladas com concertos. Aqui fica uma lista de espetáculos que vais poder ver neste feriado.

As atuações variam de norte a sul do país, com artistas mais ou menos diretamente ligados à música de intervenção.

Comecemos pela véspera do feriado. A Assembleia da República assinala a data com um concerto, que recebeu o nome de “Concerto da Lusofonia”, com a participação da portuguesa Sara Tavares, a cabo-verdiana Lura, Karyna Gomes, que representará a Guiné-Bissau, o Projecto Kaya, que representa Portugal e Angola, Selma Uamusse, de Moçambique e Tonecas, de S. Tomé e Príncipe.

Também no dia 24, há concertos na Margem Sul do Tejo. Em Almada, a noite é comemorada com um concerto de Janita Salomé, na Praça da Liberdade, seguido por fogo de artíficio e um concerto dos Amor Electro.

No mesmo lado do rio, a partir das 22h de sexta-feira, há concerto de Paulo de Carvalho, no Seixal. Depois da meia noite, o ritmo começa a acelerar, com a atuação dos Buraka Som Sistema.

Em Odemira, estão marcados os concertos de Frankie Chavez e Expensive Soul, também no dia 24. No Largo Brito Pais, a partir das 22h, começa o concerto de Frankie Chavez. Já no sábado, é a vez da fadista Ana Moura, que atua no mesmo local, a partir das 22h. À meia-noite, há concerto da banda Contramão e Suspeitos do Costume, no Largo Brito Pais.

No Porto, os Diabo na Cruz comemoram o feriado no dia 24 de abril, com um concerto na Avenida dos Aliados. Ainda no Porto, mas desta vez no Grande Auditório do Rivoli, há o concerto “A Liberdade do Som”, no dia 25 de abril. Estão programadas atuações de músicos como o emblemático vocalista dos extintos Ornatos Violeta, Manuel Cruz, Osso Vaidoso, Mesa, Torto ou Os Príncipes. A particularidade deste concerto é que, para além de performances do seu próprio repertório musical, vão também interpretar músicas de outros autores da cidade do Porto. Entre os exemplos dados, estão os GNR ou os Trabalhadores do Comércio.

Paulo de Carvalho, a voz da tão conhecida E Depois do Adeus, uma das senhas da revolução, ruma depois a sul do país, com um concerto em Loulé, no dia 25, no Cine-Teatro Louletano, às 21h30.