Estreia da Semana: O Conto da Princesa Kaguya

Estreia da Semana – O Conto da Princesa Kaguya

Dez filmes estreiam esta quinta-feira nas salas de cinema portuguesas, entre os quais O Conto da Princesa Kaguya, a estreia da semana para o Espalha Factos.

Realizado por Isao Takahata, O Conto da Princesa Kaguya, nomeado para o Oscar de Melhor Filme de Animação, é a adaptação animada de um antigo conto japonês, Conto do Cortador de Bambu, que data do século X. A história de um homem que encontra uma menina do tamanho de um polegar dentro de um pau de bambu, criando-a como se de uma filha sua se tratasse, chegou aos cinemas através do trabalho e talento do prestigiado estúdio Ghibli. A versão dobrada conta com as vozes de Chloë Grace Moretz, James Caan, Mary Steenburgen e George Segal. Podes ler a crítica do Espalha-Factos aqui.

http://www.youtube.com/watch?v=tM6hcHp0_kU
 

Pela Rainha é um filme autobiográfico que narra algumas das peripécias pessoais do seu realizador, John Boorman, durante o período da Segunda Guerra Mundial. Pela Rainha é a sequela de Esperança e Glória, filme de 1987 que recebeu cinco nomeações aos Oscars da Academia. O filme passa-se uma década depois dos eventos do primeiro, onde Bill, agora com 18 anos, é recrutado para dar formação a novos soldados num campo de treino. É também nesta altura que Bill conhece Percy, que se torna no seu melhor amigo, e uma jovem por quem se apaixona. O elenco conta com Callum Turner, Caleb Landry Jones, Pat Shortt e Vanessa Kirby. Podes ver a análise do Espalha-Factos no LEFFEST aqui.

http://www.youtube.com/watch?v=7S6TKqorNBA

Dias e Noites de Christian Camargo, realizador estreante, conta com as participações de Katie Holmes, William Hurt e Allison Janney. O filme inspira-se na peça A Gaivota (Anton Tchekhov, 1860-1904), na qual Elizabeth, uma famosa atriz de cinema, passa um fim-de-semana em família que irá alterar as vidas de todos os envolvidos.

http://www.youtube.com/watch?v=1GqWmvEKATc

Argumento de Amor é uma comédia romântica de Marc Lawrence, realizador experiente neste género, com JK Simmons, Allison Janney, Marisa Tomei e Hugh Grant nos principais papéis. No filme, Keith Michaels, a personagem interpretada por Grant, é um argumentista britânico, outrora bem sucedido, que se vê obrigado a dar aulas de escrita criativa numa universidade dos Estados Unidos. É aí que conhece e trava amizade com Holly, uma mãe solteira que lhe vai mostrar como sair da sombra do passado e a desconstruir a noção de sucesso.

http://www.youtube.com/watch?v=cL-tP03XoH4

Em Preto ou Branco, Kevin Costner é Elliot, um recém-viúvo e avô de Eloise, neta que ficou a seu cargo depois da morte trágica da sua filha. Ainda a recuperar da dor que a perda da esposa lhe trouxe, Elliot vê-se confrontado por We-we, a avó paterna da criança protagonizada por Octavia Spencer, que decide obter custódia partilhada da neta. A pequena Eloise tem assim de dividir o seu tempo pelos dois avós. O caso chega, eventualmente, aos tribunais, onde Elliot e We-we se enfrentarão pela custódia da criança. O filme é de Mike Bender.

http://www.youtube.com/watch?v=yqlE-7PP7Ho

Uma Vida ao Teu Lado é a adaptação cinematográfica do romance homónimo de Nicholas Sparks. Sophia, estudante de arte, conhece Luke, campeão de rodeo, e ambos apaixonam-se instantaneamente. Com carácteres muito diferentes, o casal cedo descobre que, para permanecerem juntos, terão de deixar o orgulho de lado e renunciar a algumas coisas. Certa noite, enquanto circulavam por uma estrada calma, encontram um idoso estendido no chão, após ter sofrido um acidente de carro. Para se manter vivo, o idoso conta a Sophia e Luke a história de amor entre ele e a sua mulher, falecida há nove anos, que vai inspirar o jovem casal a lutar pela sua relação, apesar das divergências. O elenco conta com Britt Robertson, Melissa Benoist e Scott Eastwood, entre outros.

http://www.youtube.com/watch?v=FUS_Q7FsfqU

Os Feitiços de Arkandias é a adaptação cinematográfica do primeiro livro da trilogia homónima de Éric Boisset. Neste filme de aventura, Théo é um jovem pouco popular e calmo, que adora enfiar-se na biblioteca e ler sobre todo o tipo de assuntos. Um dia encontra um livro sobre magia que contém a fórmula para a criação de um anel da invisibilidade, a qual põe em prática com sucesso. Na companhia dos seus dois melhores amigos, Théo dedica-se a fazer travessuras, escondido pelo poder do anel. No entanto, quando três bruxas lhe roubam o artefacto, o jovem não se consegue livrar do feitiço, restando-lhe procurar Arkandias, autor do livro mágico, e pedir-lhe que o ajude a tornar-se novamente visível.

http://www.youtube.com/watch?v=78uSWbrBe4Q
Tracers – No Limite é um filme de ação protagonizado por Taylor Lautner. Cam é um estafeta nova-iorquino que usa a bicicleta como meio de transporte. Um dia, descobre que um grupo de mafiosos chineses o quer apanhar, de forma a saldar uma dívida antiga. Obrigado a fugir usando a sua bicicleta, com a qual se tornou bastante experiente, Cam conhece Nikki (Marie Avgeropoulos) e descobre o parkour. O filme é de Daniel Benmayor e conta ainda com Adam Rayner no elenco, para além de Lautner e Avgeropoulos.

http://www.youtube.com/watch?v=nSfZahdXxU4
Carlos do Carmo – Um Homem do Mundo é um documentário realizado por Ivan Dias sobre o fadista português Carlos do Carmo, vencedor do Grammy Latino de Carreira em 2014. Durante um ano, Dias acompanhou a vida do lisboeta, nascido a 1939 e dono de uma das vozes portuguesas mais marcantes de sempre, eternizando neste documentário alguns dos momentos mais emocionantes da carreira de Carlos do Carmo.

http://www.youtube.com/watch?v=uumj98K6sMw
 

Ainda dentro do mesmo género, estreia o documentário O Sal da Terra, de Juliano Ribeiro Salgado e Wim Wenders. O pai de Juliano, Sebastião Salgado, é um dos repórteres fotográficos mais aclamados de sempre. Aos 70 anos, decidiu percorrer o mundo e captar locais e pessoas ancestrais que ainda existem pelo planeta, criando assim a exposição Génesis, que apresenta oito anos de trabalho em cerca duas centenas de fotografias. Juliano e Wim Wenders acompanharam o processo munidos das suas câmaras e o resultado é O Sal na Terra, vencedor de um César para Melhor Documentário e nomeado para o Oscar de Melhor Documentário.
 
http://www.youtube.com/watch?v=OivMlWXtWpY
Mais Artigos
antónio Silva
António Silva. Cinco filmes para recordar o icónico ator