velocidade furiosa 7

Estreia da Semana: Velocidade Furiosa 7

Sete filmes estreiam esta semana nas salas de cinema portuguesas, entre os quais Velocidade Furiosa 7, que o Espalha Factos destaca como a Estreia da Semana.

O sétimo capítulo deste milionário franchise contém a última participação de Paul Walker no cinema, que faleceu num acidente de viação em novembro de 2013, poucos meses após o início das filmagens. Depois de uma pausa na rodagem, as gravações foram retomadas, e o resultado está à vista.
http://youtu.be/3wGDiIT-rO0
Velocidade Furiosa 7 é assim uma homenagem a Walker e a continuação de uma história que já vai longa, mas que continua a garantir diversão aos espectadores de cinema, como explica a crítica do Miguel Dias. A ação tem lugar nos Estados Unidos e o elenco conta com Vin Diesel, Michelle Rodriguez, Dwayne Johnson, Kurt Russell, Lucas Black e Jason Statham.
Corações Inquietos é outro dos filmes da semana. Realizado por Saverio Costanzo e com Adam Driver, Alba Rohrwacher e Roberta Maxwell nos principais papéis, conta a história de Jude (Driver) e Mina (Rohrwacher), que se apaixonam em Nova Iorque e casam pouco depois.
Hungry_Hearts
O seu amor parecia inabalável até Mina engravidar e, após dar à luz, se tornar obcecada com a proteção do seu filho, impedindo que este conheça o mundo exterior e que se desenvolva adequadamente. Jude não aceita o comportamento de Mina para com a criança e decide confrontá-la. Corações Inquietos recebeu a nomeação ao Leão de Ouro no Festival de Cinema de Veneza, e Driver e Rohrwacher arrecadaram o prémio Coppa Volpi para melhor ator e atriz.
Experiência de Quase Morte é um drama de Gustave de Kervern e Benoît Delépine sobre Paul, um operador de call center de 56 anos que, certo dia, decide rumar às montanhas, abandonando a mulher e os filhos, com o objetivo de terminar com a sua vida. Sozinho no meio do nada, Paul irá fazer uma avaliação da sua vida e debater sobre as decisões que tomou ao longo da sua existência. Michel Houellebecq encabeça o elenco.
near
Esta comédia francesa, em registo documental, apresenta uma versão alternativa ao desaparecimento de Michel Houellebecq, célebre escritor francês, que desapareceu em 2011 e surgiu três dias depois, afirmando que a linha telefónica de sua casa havia sofrido uma avaria. Esta explicação revelou-se decepcionante, pois enquanto Houellebecq esteve desaparecido, a opinião pública especulou acerca do paradeiro do escritor, surgindo até teorias de que este havia sido raptado por extraterrestres ou pela Al-Qaeda. O realizador Guillaume Nicloux conta em O Rapto de Michel Houellebecq a sua versão da história, na qual Houellebecq é raptado por sequestradores muito amadores, com quem acaba por travar amizade. O filme recebeu o prémio de Melhor Argumento no Festival Tribeca de Nova Iorque.
Suite Francesa é um drama de guerra com lugar na França de 1940, ocupada pelo exército nazi. Lucille Angellier espera ansiosamente pelo seu marido, prisioneiro de guerra, quando se vê obrigada a aceitar na sua casa oficiais das forças alemãs. Bruno von Falk, comandante alemão, chama a atenção de Lucille, e os dois acabam por se envolver. Suite Francesa, de Saul Dibb, é a adaptação cinematográfica da obra homónima de Irène Némirovsky, escritora judia que faleceu em 1942, em Auschwitz. O elenco conta com Michelle Williams, Matthias Schoenaerts, Sam Riley, Kristin Scott Thomas, Ruth Wilson, Lambert Wilson e Margot Robbie.
suite
Em Florence e Vincent Leroy têm um casamento feliz e três fantásticos filhos, mas um dia resolvem divorciar-se e seguir com as suas vidas, separadamente. Os detalhes do divórcio parecem ter sido resolvidos, à excepção de um pormenor: nem Florence, nem Vincent querem a custódia das crianças. Como não conseguem chegar a um acordo, o juiz diz-lhes que terão de ser os filhos a escolher com quem ficar. Resta-lhes, portanto, agir de forma a que os filhos prefiram um em vez do outro. Esta é uma comédia de Martin Bourboulon e conta com Laurent Lafitte, Marina Foïs, Alexandre Desrousseaux, Anna Lemarchand e Achille Potier nos papéis principais.
Que Estranho Chamar-se Federico é uma obra que mistura ficção e documentário, de Ettore Scola, realizador octogenário, que analisa a vida, obra e carreira de Federico Fellini, um dos mais importantes realizadores da História do Cinema. Serve este filme para homenagear este grande cineasta italiano, no ano em que se celebra o vigésimo aniversário da sua morte.
federico

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Benfica Darwin Liga Europa SIC
Liga Europa leva SIC de volta ao primeiro lugar isolado