Eduardo Morais

Eduardo Morais aposta num documentário sobre a música eletrónica em Portugal

Após um relato documental sobre o rock português e o mundo dos colecionadores de vinyl, o jovem realizador Eduardo Morais aposta agora no universo dos sintetizadores e da música eletrónica em Portugal.

Em declarações à agência Lusa, Eduardo Morais revelou que vai apresentar “o lado B” do seu primeiro documentário (Meio Metro de Pedra) com uma “vertente mais eletrónica”.

Tecla Tónica, o título do novo documentário, vai centrar-se em quarenta entrevistas aos pioneiros deste género de música, dentro dos quais, se destacam nomes sonantes como, por exemplo, José Cid. Entre os inquiridos surgem ainda inúmeras surpresas, como a participação do maestro Miguel Graça Moura.

Para além da participação de vários artistas, Eduardo irá focar-se ainda em sintetizadores raros e equipamentos mais modernos dentro da electrónica, como por exemplo, o EMS Synthi AKS, que será provavelmente o único equipamento existente em Portugal.

Recorde-se que Eduardo Morais estreou-se no mundo dos documentários independentes com o lançamento da fita Meio Metro de Pedra em 2011, um trabalho que aborda a história do rock’n’roll português desde o final da década de 50 até à actualidade. Dois anos mais tarde, realizou Música em Pó que se centra essencialmente em doze colecionadores de vinyl. Em 2014, gravou a longa-metragem Uivo, um documentário sobre o radialista António Sérgio.

Tecla Tónica deverá estar concluído em julho e tem estreia marcada para setembro deste ano.

 

Mais Artigos
Audiências novelas TVI
‘Festa é Festa’ puxa novelas e TVI vence horário nobre