No dia em que se celebra o pai, relembramos vários nomes que passaram pelo mundo das séries. Seja por um conjunto de temporadas onde a maldade foi o prato do dia, seja pela falta de talento para educar os filhos ou seja só mesmo pelos variados momentos marcantes e divertidos que nos proporcionaram – e proporcionam! –, neste dia do pai não deixamos passar em branco os pais que traduzem na televisão internacional o dia-a-dia de uma família real ou de famílias que – e felizmente porque ninguém quer viver com Twyin Lannister – nunca vamos ver acontecer.

  • Phil Dunphy, Modern Family

Temos a certeza que se afirmássemos que Phil Dunphy é o pai mais fixe da televisão ninguém nos responderia com LOL. De facto, Modern Family é uma série que trouxe uma lufada de ar fresco ao panorama televisivo (como o comprovam os vários Emmy que a série ganhou), e para isto muito contribuiu a mestria de Christopher Lloyd e Steven Levitan, que criaram Phil, e toda a série, muito à imagem de si próprios. Interpretado por Ty Burell, Phil é talvez o pai mais relacionável por ser precisamente aquele que poucos veem como pai. Entre as suas invenções, viagens de família e linguagem ‘cool‘, quem não gostaria de conviver com a magia dos Dunphy?

dunphy

  • Jay PritchettModern Family

Ed O’Neill é um veterano da televisão e da representação, mas hoje em dia é seguramente identificável como Jay Pritchett, o patriarca da família de que todos gostaríamos de fazer parte. Depois de ser pai de Claire e Mitchell, Jay vê-se com uma nova família, vestindo os sapatos de ‘padrasto’ de Manny e, mais tarde, tendo inclusivamente um novo filho com Gloria, o pequeno Fulgencio. Conservador à primeira vista, cedo percebemos que Jay é movido pelas emoções e que, apesar de todas as situações caricatas com que se depara, estará sempre presente para os filhos e os netos. Sim, ele pode ser o Grunpa, mas os achamos que ele tem graça na mesma.

Starry_night_(Modern_Family)

  • Cameron TuckerModern Family

O que seria de Cameron sem Mitchell para o trazer à terra? Lily tem a sorte de ter não um, mas dois pais, que se complementam como poucos casais: um com demasiada excentricidade e outro muito pouco à-vontade nessas situações. A cena em que apresentam a filha à família está na memória de todos, e foi aí que vimos logo que seriam pais que nos trariam muitas alegrias assim como momentos comoventes. O muito que havia a dizer sobre estes pais fica resumido numa única frase: vamos esperar que a série nos leve Lily até à adolescência, para ver como reagem perante essa realidade. E palmas à representação de Eric Stonestreet.

cameron lily modern family 640

  • Twyin Lannister, Game of Thrones

Charles Dance leva já uma longa e respeitável carreira artística, sobretudo no mundo do teatro. Porém, com o mediatismo global alcançado pelo fenómeno que é Game of Thrones, o extraordinário talento do ator britânico finalmente atingiu o reconhecimento merecido.

Na série da HBODance interpretou Tywin, figura maior da poderosa e temida família Lannister. Apesar das suas mais do que evidentes capacidades no papel de líder e estratega, o mesmo não se pode dizer quanto ao seu desempenho como progenitor. Pai de três filhos, Tywin dificilmente se despediu de Westeros satisfeito com o trabalho feito na educação dos mesmos. Senão vejamos: os gémeos, Cersei (Lena Headey) e Jaime (Nikolaj Coster-Waldau), são principalmente conhecidos pela sua relação incestuosa, que dura desde a adolescência de ambos; e Tyrion, talvez o filho mais capaz de manter intacto o prestígio da família – por ser dotado de uma inteligência acima da média e de uma astúcia semelhante à do seu pai -, acabou por cometer patricídio, vingando-se de uma vida inteira de rejeição e troça por parte de Tywin, unicamente por ser anão.

O velho leão, claramente, nunca poderia ter sido merecedor de uma daquelas canecas para “o melhor pai do mundo”.

ef-twyin-lannister

  • Homer Simpson, Os Simpsons

“Hmmm… donuts”. Sim, é a tão famosa frase de Homer Simpson e sim, não podíamos deixar de fora o pai de BartLisa e MaggieHomie, como a mulher carinhosamente o trata, trabalha como inspetor de segurança nuclear, embora passe o dia a dormir e a comer todos os donuts que se atravessem no seu caminho. Quando tenta desafiar-se enquanto pai, normalmente as coisas saem ao lado, tudo por causa dos traumas de infância que o seu próprio pai, Abe, lhe causou depois de ter perdido a mulher.

Sempre que não souberem dele, com certeza estará no bar do Moe. Mas o pai Simpson é muito mais do que um homem preguiçoso e desleixado que adora beber cerveja – ele já salvou Springfield mais do que uma vez e, quando quer, sabe revelar-se um pai e um marido muito dedicado.

ef-homer-simpson

  • Peter GriffinsFamily Guy

Com ascendência irlandesa, Peter é o patriarca de uma das famílias mais loucas do mundo das séries norte-americanas. É pai de três filhos – Chris, nada virado para a escola e muito menos para desportos e que desespera por conseguir a compreensão e o apoio do pai; Meg, uma rapariga pouco popular que tem vergonha da família, e Stewie, o génio de um ano de idade obcecado por dominar o mundo. Para completar esta família falta Brian, o cão falante.

Peter Griffin faz tudo para reclamar a exclusiva atenção da mulher, Louis, e passa a vida a tentar dar-lhe provas da sua masculinidade porque recusa a ideia de que ela se possa apaixonar por outro homem. É tão desesperado por esta atenção e é tão ciumento que chega a esmurrar o próprio reflexo no espelho depois de Louis o elogiar por ser bonito. Ele diz tudo o que lhe vem à cabeça – na maior parte das vezes no sítio e na hora errada – e tem uma especial propensão para desastres e ideias bizarras, o que faz dele um dos pais da televisão internacional que mais nos faz rir.ef-family-guy

Artigo escrito por Cátia Duarte SilvaPaulo Pereira Rita Fernandes