O casamento da expressão “os bons filhos regressam a casa” com a Rádio Comercial não podia ser mais feliz.

Diogo Beja vai voltar aos microfones da Rádio Comercial já a partir do próximo dia 13 de abril. O locutor também conhecido pelo seu programa radiofónico The Diogo Beja Show, marca inclusivamente registada, regressa assim à Sampaio e Pina, cinco anos depois de ter rumado à Antena 3 para aí dar um novo fôlego às manhãs da rádio pública.

O locutor, que é também grande apreciador de luta livre, vai passar a apresentar em dupla com Joana Azevedo o período do regresso a casa, entre as 17 e as 20 horas, substituindo Wilson Honrado. O atual animador do mesmo horário ficará com o painel das 20 até às 22 horas, também a partir de 13 de abril.

A expressão com que esta notícia foi iniciada não é inocente. A verdade é que Diogo Beja é o terceiro elemento que acaba por regressar ao “local do crime”, depois de também Pedro Ribeiro, em 2005, e Nuno Markl, em 2009, o terem feito. Tanto o diretor da estação, como o apresentador da rubrica O Homem que Mordeu o Cão haviam já trabalhado em conjunto nos anos 90 também no período da manhã da Comercial, à época, num estilo mais rock.

000kdbtt

Pedro Ribeiro e Nuno Markl trabalharam juntos tanto na Rádio Comercial como na Best Rock FM. Voltaram a “encontrar-se” em 2009.

Em 2002, com o fim da Comercial rock e sob a nova direção de Pedro Tojal, Nuno Markl ruma às manhãs da Best Rock FM juntamente com Pedro Ribeiro e Maria de Vasconcelos. O programa matinal que, na prática, era a continuação do que era feito na Comercial foi, contudo, de pouca dura. Pouco depois, Pedro Ribeiro assume também as manhãs, mas do Rádio Clube Português, outra estação da Media Capital. É com um convite para a direção de programas da única rádio nacional do grupo que acaba por regressar à Rádio Comercial e traz consigo, alguns anos mais tarde, o colega de animação do programa matinal. Nuno Markl voltava assim a trabalhar na estação que havia conhecido no virar do século.

Já o percurso de Diogo Beja, apesar de acabar da mesma forma, começou de forma bastante diferente: Apresentado como reforço de peso das manhãs da Best Rock FM em 2005, ao lado de Miguel Peixoto (agora na Super FM), rumou pouco tempo depois à Comercial no horário a seguir ao programa da manhã. A possibilidade de apresentar as manhãs da rádio jovem da RDP levou a que saísse em 2010 para regressar agora, volvidos cinco anos, aos microfones da “rádio número um de Portugal”.

O regresso do locutor à casa que o lançou é visto como um fator de grande motivação pelo diretor da Rádio Comercial“Estamos bastante motivados e entusiasmados em fazer um programa de rádio para as tardes úteis. Sabemos que a Joana e o Diogo já são amigos e têm muito talento, o que nos deixa convictos que vamos ter um excelente produto para oferecer aos nossos ouvintes (…)” assume Pedro Ribeiro.

A Rádio Comercial voltou a ficar à frente no Bareme Rádio da Marktest para os primeiros dois meses de 2015. A estação teve 16.2% de audiência acumulada de véspera, cerca de um por cento a mais do que a sua concorrente direta.

(Correção: Com o fim da Comercial rock, Pedro Ribeiro, Nuno Markl e Maria de Vasconcelos foram  efetivamente os anfitriões do programa da manhã da Best Rock FM, e não Ana Lamy e José Carlos Malato, como foi escrito inicialmente. Ambos transitaram da Rádio Comercial para a Antena 3.)