IMG_4112

Sessão de Encerramento + Patch Town – Fantasporto 2015

Acabou o Fantasporto 2015. E com ele, parte do histerismo cinéfilo vivido na cidade invicta nas últimas semanas. O grande vencedor da noite? Para além do espectador, que pode acompanhar a exibição de filmes que de outra forma, lícita, não conseguiria visionar, foi Liza, The Fox-Fairy, um favorito do público. Em jeito de premonição, podem ler a crítica que o Espalha-Factos lhe dedicou aqui. Liza arrecadou, previsivelmente, o galardão maior do festival enquanto Haemoo e Wolfcop, ambos também visionados por nós, levaram para casa prémios menores.

Sobre a cerimónia, foi multifacetada e divertida. Teve nuances políticas, fortemente edificadas e proferidas por Mário Dorminsky. Esta, iniciou-se com um momento impactante. A Companhia de Dança Kale destacou bailarinas para deleitarem o público. A coreografia apresentada foi bem-concebida e homenageada assim terminada.

Patch Town

 Sobre o filme escolhido para o encerramento da cerimónia, resta-nos dizer que desnorteou e impalideceu os resistentes do Rivoli. Tratava-se de uma alegoria mirabolante sobre uma linha de montagem que expelia bebés em produção massiva que, por sua vez, eram comercializados enquanto brinquedos infantis. Tudo isto se passava num mundo onírico não muito distante do nosso pois estes confudiam-se, colidindo. A nossa personagem principal, era um destes Nenucos com a envergadura e perímetro de um dos concorrentes do Peso Pesado antes do reality show se iniciar. De rosto imaculado, qual redudância, de bebé, partia numa viagem surrealista e fantasiosa para reencontrar a sua mãe. Foi uma escolha peculiar para fim da noite. Felizmente, a seguir, projectava-se Liza, The Fox-Fairy.

Até para o ano, Fantas!

Em baixo, segue o palmarés do certame deste ano.

Secção Cinema Fantástico

Filme

Liza, a Rókatündér, de Károly Ujj Mészáros

Prémio Especial do Júri

Wolfcop, de Lowell Dean

Menção Especial

Hungerford, de Drew Casson

Melhor Realizador

Romain Basset, Horsehead

Melhor Ator

Rupert Evans, The Canal

Melhor Atriz

Georgia Bradley, Hungerford

Melhor Argumento

Jonh-Ho Lee, Sonyeogoedam

Melhores Efeitos Especiais

Liza, a Rókatündér

Melhor Curta-Metragem

Habana, de Edouard Salier

Semana dos Realizadores

Melhor Filme

Bîranînen li ser Kevirî, de Shawkat Amin Korki

Prémio Especial do Júri

El Rayo, de Ernesto de Nova

Melhor Realizador

Sung-bo Shim, Haemoo

Melhor Ator

Richard Gomez, The Janitor

Melhor Atriz

Maxine Peake, Keaping Rosy

Melhor Argumento

Mehmet Aktas e Shawkat Amin Korki, Bîranînen li ser Kevirî

Orient Express

Melhor Filme

Haemoo, de Sung-bo Shim

Prémio Especial

Children’s Show, de Roderick Cabrido

Prémio de Cinema Português

Melhor Filme

Renaissance, de Nuno Noivo e João Fanfas

Menção Especial do Júri

Bestas, de Rui Neto e Joana Nicolau

Melhor Escola de Cinema

Universidade Lusófona

Outros Prémios

Prémio do Público

Landmine Goes Click, de Levan Bakhia

Prémio da Crítica

Pseudonym, de Thierry Sebban

Prémio Carreira

Fernando Vendrell

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Manuel Melo - Festa é Festa
Manuel Melo: ‘Festa é Festa’ “vem revolucionar o humor que é aceite em Portugal”