Depois da cerimónia dos Oscars, é tempo de olhar para os números das audiências. E as comparações são inevitáveis. A 87ª edição das estatuetas douradas, apresentada por Neil Patrick Harris, perdeu 16% dos espectadores nos EUA relativamente a 2014, ano em que a cerimónia apresentada por Ellen DeGeneres conseguiu juntar uns significativos 43,7 milhões de telespectadores.

Por outras palavras, a cerimónia deste ano foi a terceira menos vista da última década, com um total de 36,6 milhões de espectadores e 38% de share (menos 3% que no ano passado). Segundo a Variety, estes resultados podem ser explicados pela “falta de diversidade entre os nomeados e o desconhecimento de alguns dos filmes”. Entre os nomeados para melhor filme – American Sniper, Birdman, Boyhood, The Grand Budapest Hotel, O Jogo da Imitação, Selma, A Teoria de Tudo e Whiplash – só American Sniper foi considerado um sucesso de bilheteiras nos EUA. Por outro lado, a apresentação de Neil Patrick Harris não recebeu as críticas mais positivas.

Estes números seguem a tendência dos Grammy e Globos de Ouro, que também viram as audiências descer este ano.

http://youtu.be/LqGGYJxVRFI

No que toca às redes sociais, foram trocados, ao todo, 58 milhões de comentários, likes e publicações sobre os Oscares, no Facebook. O momento alto deu-se com a atuação de Lady Gaga – um medley de Música no Coração – e quando Julie Andrews se lhe juntou em palco. No Twitter, segundo a Nielsen, foram publicados 5,9 milhões de tweets sobre a cerimónia, muito aquém dos 11,2 milhões do ano passado.

Em Portugal, os Óscares não deram liderança à SIC.