Brit

Brit Awards 2015: Passadeira Vermelha

Os Brit Awards é um evento que premeia personalidades do mundo da música e, como evento que é, tem uma passadeira vermelha. Por isso, e como já é hábito, aqui fica uma seleção dos melhores e piores looks da noite.

OS MELHORES

Taylor Swift em Roberto Cavalli

Taylor Swift

A escolha de Taylor Swift caiu sobre Roberto Cavalli e caiu bem. O vestido preto com um dragão vermelho bordado nas costas, não só acaba por ser original, como lhe assenta elegantemente bem. Taylor tem feito escolhas duvidosas ultimamente, mas finalmente redimiu-se.

Rita Ora em Zuhair Murad

rita-ora-brit-awards-2015-brits

Rita Ora brilhou,  literalmente, na passadeira vermelha do evento. O vestido Zuhair Murad tem uma cor, textura e silhueta que combinam na perfeição com o cabelo e, principalmente, com a maquilhagem da celebridade.

Ellie Goulding

ellie-goulding-brit-awards-2015-brits

O branco nunca deixará de ser um clássico na red carpet. Porém ao branco de Ellie Goulding acrescem as transparências e os bordados floridos que resultam num vestido estilo anos 70 fenomenal.

Emma Button

emma-bunton-brit-awards-2015-brits

A ex-spice girl Emma Buton sabe como usar um fato! Desde a combinação das cores (o preto do fato, o branco da camisa e o verde da mala), passando pela escolha de calçado e acabando nos acessórios, a cantora fez relembrar muitos os esquecidos por quem passou.

Lisa Snowdon

lisa-snowdon-brit-awards-2015-brits

Aos 43 anos de idade, Lisa Snowdon consegue fazer o que muitas de 20 anos não conseguem (vejam abaixo o caso grave de Ahsley James): ficar elegante num vestido curto.  O padrão elaborado consegue tornar-se suave pela discrição das cores e a quantidade de pele exibida no decote e nas pernas é compensada pelas mangas compridas. Um equilíbrio ideal!

OS PIORES

Charli Xcx em Vivienne Westwood

charli-xcx-brit-awards-2015-brits

O vestido Vivienne Westwood de Charli Xcx consegue ter as bases fundamentais para que se torne num dos piores do eventos. Quer seja o padrão feio e cansativo, a transparência excessiva ou o facto de deixar de fora alguns tecidos mamários, não há ponta por onde se possa pegar!

Marina Diamandis

marina-diamandis-brit-awards-2015-brits

Já o look total de Marina Diamantis tem a incrível habilidade de ser indescritível. Talvez a palavra, em suma, seja: mau. As duas wannabe rachas, o bocado de pêlo que carrega ao ombro e a assustadora maquilhagem deixam-me sem palavras!

Laura Jackson

laura-jackson-brit-awards-2015-brits

Quando, depois de olharmos para um vestido, a única palavra que nos vem à cabeça é “enrolar”, há alguma coisa que não está bem. Por outras palavras, Laura Jackson “enrolou-se” num bocado de tecido azul ao qual conjugou os sapatos que a sua avó costumava usar quando ia às discotecas dançar disco.

Ashley James

ashley-james-brit-awards-2015-brits

5º mandamento: perdoai Ashley James porque a pobre coitada pensava tratar-se da audição do cisne negro para o Lago dos Cisnes e não para os Brit Awards.

Rae Morris

rae-morris-brit-awards-2015-brits

Se todos temos uma alma gémea, provavelmente também teremos uma alma antagónica. Neste caso, aposto que Rae Morris é o oposto de Emma Button no que toca a usar fatos. Nem me quero referir à silhueta que a desfavorece, mas qual é a razão daquele exagero de cabelo e de materiais nos pés?

Mais Artigos
Histórias das Mulheres do Meu País RTP1
‘Mulheres do Meu País’. Minissérie de Raquel Freire estreia na RTP1 em Dia da Mulher