oscars 2015

Oscars 2015: os melhores momentos musicais

Dois prémios da Academia distinguem os compositores que mais se destacam. Este ano, Alexander Desplat, venceu o prémio de Melhor Banda Sonora Original, por Grand Budapest HotelGlory, composta por John Stephens e Lonnie Lynn, a de Melhor Canção Original. Mas houve muito mais música nos Oscars 2015.

Muitos se queixam de que as atuações musicais tornam a cerimónia da entrega das estatuetas douradas muito longa, mas a verdade é que temos presenciado, ao longo dos anos, momentos únicos.

Ontem à noite, no Dolby Theatre, Neil Patrick Harris – o apresentador que não terá reunido muito consenso quanto à sua prestação – cantou e dançou na abertura para depois, na companhia de Anna Kendricks e Jack Black homenagear (e troçar) o cinema e a Academia. E com Kanye West à mistura.

http://www.youtube.com/watch?v=Ju4_StUDlKo

O primeiro momento musical coube aos Maroon 5 com o tema Lost Stars de Begin Again. Tegan e Sara apresentaram o tema Everything is Awesome do filme Lego, proporcionando um divertidíssimo momento entre os convidados.

http://www.youtube.com/watch?v=CMTwMmlQOP8

 

Momento alto da noite foi também a apresentação ao vivo da música que viria a ganhar a estatueta de Melhor Canção Original, Glory, interpretada por Common e John Legend e que recebeu enorme ovação no Dolby Theatre. Recorde-se que antes da cerimónia houve algumas manifestações de grupos de direitos civis americanos devido à ausência de negros entre os nomeados das principais categorias.

http://www.youtube.com/watch?v=ZWE2Yb_jMZg

Por último, não podemos deixar de referir o arrepiante momento de homenagem de Lady Gaga a Julie Andrews, com uma interpretação soberba de The Sound of Music que mostra como tem uma voz incrível. Esta performance merecia, por si só, uma estatueta dourada.

http://www.youtube.com/watch?v=Y2KSOeLXIzo