Teatro do Bairro prepara-se para apresentar duas peças em que relaciona o circo com o teatro. El Fandango de Marx será apresentada a 27 e 28 de fevereiro e E os Sonhos, Sonhos são de 4 a 29 de março.

El Fandango de Marx vem diretamente de Espanha, da Companhia Patrícia Pardo. O espétaculo encontra-se em digressão pela Europa, chegando nos dias 27 e 28 de fevereiro às 21h30 ao Teatro do Bairro, em Lisboa. A peça retrata o “circo e música tradicional valenciana: palhaços, equilibristas, uma cantora e um guitarrista, num mundo violento, punitivo e desigual. El Fandango de Marx contra a justificação da desigualdade, da exclusão, do castigo. Uma ode à periferia: fugir do centro, do poder, da agressão, do abuso, da elegância”.

Nomes como Lluna AlbertAmparo Oltra, Sergi Claramunt Begoña Tena fazem parte deste conjunto artístico. A peça tem um custo de 7,5€.

Na semana a seguir, vai estar em cena  E os sonhos, sonhos são. Uma obra produzida pelo próprio Teatro do Bairro que tem como principal foco o tema do palhaço, ou seja, o circo tradicional.

“Para estes palhaços criou-se uma dramaturgia a partir de textos conhecidos da tradição teatral, de Medeia a Romeu e Julieta ou Mãe Coragem, procurando estabelecer entre eles nexos novos e um supra-enredo. Pretende-se, por um lado, dar a ver e a ouvir textos bastante repetidos que sejam facilmente reconhecidos pelo público e, ao mesmo tempo, parodiar as velhas escolhas do repertório nacional”.

E os sonhos, sonhos são.

Esta peça conta com nomes como Julie SergeantMário SousaRafel FonsecaHugo Mestre Amaro. A peça realiza-se de quarta a sábado às 21h30 e aos domingos às 16h30. O bilhete normal custa 12,5€ e  7,5€ para menores de 25 anos, maiores de 65 anos ou profissionais do espetáculo. Na 5ªfeira o bilhete custa 5€ porque é o dia do espetador de teatro.