screens_s3_ep20_299

Séries: os 10 casais que nos apaixonaram

As mais belas histórias de amor já não estão só cinema. Aliás, é no pequeno ecrã que as podemos acompanhar ao longo de meses e anos, o que de certa forma as torna ainda mais especiais. Aqui fica a nossa seleção dos casais que mais nos marcaram na história da televisão.

1. Buffy e Angel – Buffy the Vampire Slayer

Há amores, e depois há este amor. Bangel, como diriam os fieis seguidores da saga de Joss Whedon, transportou-nos para o universo das relações proibidas da adolescência que nos marcam e nos moldam ao longo de toda a idade adulta. Uma paixão que consome. Um amor que sufoca. Um eterno reconforto. Um porto de abrigo. Forever, that’s the whole point.

Buffy e Angel

2. Ross e Rachel, F.R.I.E.N.D.S.

Ross e Rachel. Rachel e Ross. Andámos nisto durante 10 anos. E nem a pausa nos fez demover a fé neste casal. Nem sempre a rapariga gira acaba por ficar com o pequeno nerd, e mesmo depois de ele ter dito o nome errado no altar e de termos visto um pequeno devaneio dos escritores na pseudo-relação com Joey, sabíamos que ela acabaria por sair do avião.

Ross e Rachel

3. Callie e Arizona, Grey’s Anatomy

Calliope Ephigenia Torres. Não há ninguém que diga o nome de Callie de forma tão melodiosa como a sua (ainda acreditamos que) cara-metade. A ortopedista é com certeza uma das personagens mais sofridas de amor no drama de Shonda Rhimes, mas ver a dupla Calzona é sempre um momento, acima de tudo, enternecedor.

Callie e Arizona

4. Damon e Elena, The Vampire Diaries

Os triângulos amorosos são complicados. Se houver irmãos à mistura pior. E se no meio alguns forem vampiros e outros humanos, então ainda pior. Quem nunca torceu para que Elena caísse de amores pelos olhinhos do Damon que lance a primeira pedra. E quando tal finalmente aconteceu, então nenhuma força foi capaz de conter tal faísca. Apesar deste casal andar tremido, ainda esperamos que tenham o seu final feliz.

Damon e Elena

5. Kate e Sawyer, Lost

Ah, as raparigas e os bad boys. Kate tinha tudo o que idealmente uma rapariga poderia desejar em Jack, mas há algo em Sawyer. Seja no seu mau feitio, seja nos nicknames que arranjava para toda a gente, o certo é que durante muito tempo torcemos para que ficassem juntos. E se Sawyer não tivesse tido um dos atos de maior altruísmo ao longo da série, quem sabe o que poderia ter acontecido.

Kate e Sawyer

6. Summer e Cohen, The O.C.

É sempre curioso quando as personagens secundárias acabam por ganhar maior protagonismo do que as principais. E este é o caso. Por muito que gostássemos do casal Marissa e Ryan, sempre tivemos maior queda para a dupla Summer e Cohen. E se os casais da televisão passarem para o mundo real, ainda melhor. Chama-se química.

Summer e Cohen

6. Mitchell e Cameron, Modern Family

Casablanca. Um simples jogo de mímica ditou o destino de Mitch e Cam, o casal maravilha de Modern Family. São tantos os momentos que nos fazem rir e sonhar com eles, personalidades tão distintas que se complementam quase como um puzzle.

Mitchell e Cameron

7. Chuck e Blair, Gossip Girl

Três palavras, oito letras. Ou quase, se pensarmos no original em inglês I Love You. Ela não seria a Queen B sem a presença de Chuck na sua vida. Ele não se teria redimido sem o amor dela. E apesar do conto de fadas do Upper East Side ter sido escrito com muitos príncipes e princesas, ninguém supera a realidade do mundo de Fitzgerald, perdão, de Dan Humphrey.

Chuck e Blair

8. Penny e Desmond, Lost

Ter uma constante não é para todos. Ainda mais se essa constante nos mantiver vivos durante o nosso percurso. Penny e Desmond são um dos casais favoritos do público, tão só e simplesmente por terem conseguido enfrentar todos os obstáculos – sendo o maior talvez uma ilha que ninguém sabe muito bem onde se encontra – e mesmo assim acabaram por se encontrar. Apesar do barco não ser de Penny, tiveram na mesma o seu “final” feliz.

Penny e Desmond

9. Lily e Marshall, How I Met Your Mother

Lilypad e Marshmallow. Numa série quase exclusivamente dedicada ao amor, este casal representa aquele tipo de par que todos nós conhecemos. Muito fofinho e harmonioso e com um dos elementos com os pés mais assentes na terra do que o outro, mas que de certa forma se complementam e nos fazem sonhar com um amor pacífico e duradouro.

Lily e Marshall

10. Carrie e Mr. Big, Sex and the City

Mais do que uma série, foi preciso um filme para que este amor fosse, finalmente, para sempre. Ou pelo menos assim o pensamos. Os amores e desamores de Carrie guiaram-nos ao longo das ruas de Nova Iorque, por entre bares da moda e estilistas famosos, mas era no mundo do coração que a estilista não conseguia acertar. No fim, a escolha foi em grande.

Carrie e Mr. Big

Mais Artigos
Whatsapp
WhatsApp. Quais as consequências para quem não aceitar a nova política de privacidade?