O festival GUIÕES 2015 já faz correr tinta: as candidaturas abrem no primeiro trimestre deste ano, o festival terá lugar a 21 de novembro e já são conhecidos os primeiros jurados.

Para quem não está familiarizado com a iniciativa, o GUIÕES é definido como uma tentativa de combater três problemas: o baixo índice de criação e produção cinematográfica na língua portuguesa, a dificuldade dos guionistas em comunicarem com potenciais interessados nas suas obras e vice-versa.

A edição de 2014, que foi também a primeira, contou com 281 candidaturas, sendo que 80% das mesmas foram oriundas do Brasil, apenas 17% de Portugal e 2% de Angola.

Sendo um festival aberto a todos os falantes da língua portuguesa, qualquer pessoa com um guião (com mais de 50 páginas A4) escrito em português e que tenha mais de 18 anos pode participar. Como os seus criadores afirmam no site oficial: “O GUIÕES só privilegiará duas coisas: o talento do autor e a qualidade do guião. O resto é conversa.”

E é com este intuito que Fernando Alvim e Kalaf Epalanga foram os primeiros membros do júri a serem apresentados. O processo de avaliação será feito primeiramente pela organização do GUIÕES, e os 10 finalistas serão pontuados pelo júri para eleger os vencedores.

Para mais informações e futuras inscrições podem-se dirigir ao site oficial e também ao Facebook do festival.