Jorge Franco

Editora Objectiva lança obra vencedora do Prémio Alfaguara 2014

O Mundo de Fora, livro do escritor colombiano Jorge Franco e vencedor do Prémio Alfaguara de 2014, chega hoje às livrarias portuguesas. A Alfaguara, chancela da Editora Objectiva, tem vindo a publicar os livros vencedores deste prémio literário no género de novela, entre os quais A Invenção do Amor, de José Ovejero, ou Numa Mesmo Noite, de Leopoldo Brizuela.

O vencedor do Prémio Alfaguara 2014 foi anunciado em Madrid a 20 de março de 2014. Jorge Franco concorreu com a sua obra, assinada com o pseudónimo Antonio Benjamin, numa edição que contou com 872 manuscritos. Torna-se, desta forma, a edição com mais participações na história do prémio literário. Foram recebidos 381 manuscritos de Espanha, 120 da Argentina, 109 do México, 54 da Colômbia e outros manuscritos de diferentes países.

O Mundo de Fora

A história de O Mundo de Fora passa-se em Medelín, nas décadas de 60 e 70, com Isolda, a personagem principal, a viver fechada num castelo. De acordo com informações da editora, o livro é uma viagem “ao pós-segunda guerra mundial, ao mundo do crime colombiano, à descoberta da sexualidade e ao mais forte dos sentimentos: o amor”.

As obras de Jorge Franco são reconhecidas com vários prémios literários. O seu livro de contos, Maldito amor, ganhou o Concurso Nacional de Narrativa Pedro Gómez Valderrama. Com Mala noche obteve o primeiro prémio no XIV Concurso Nacional de Novela Cuidad de Pereira e foi finalista do Prémio Nacional de Novela de Colcultura. A adaptação cinematográfica da sua obra Paraíso Travel (2012) converteu-se numa das mais vistas do cinema colombiano.

O Mundo Fora está, a partir de hoje, à venda nas livrarias portuguesas. Podes ler aqui o artigo de opinião sobre A Invenção do Amor, do escritor José Ovejero, vencedor do Prémio Alfaguara 2013.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Amália
Amália. 100 anos da eterna voz do fado