A peça do dramaturgo Bernard-Marie Koltès, Na Solidão dos Campos de Algodão, é interpretada pelas atrizes Rita Blanco e Maria João Luís, a partir de 8 de janeiro no palco do Teatro Municipal São Luiz. Está em cena até 25 de janeiro.

Não é a primeira vez que a peça de Koltès é levada para os palcos portugueses. Em 2006 contou com a encenação de Philip Boulay e interpretações de Diogo Dória e Victor de Oliveira no Pequeno Auditório da Culturgest. Em fevereiro do ano passado foi encenada por Rogério de Carvalho e interpretada pelos atores Marcos Barbosa e Miguel Moreira e os artistas apresentaram Na Solidão dos Campos de Algodão em vários palcos nacionais.

A partir de quinta-feira, 8 de janeiro, chega a vez das atrizes Maria João Luís e Rita Blanco darem vida a esta peça. As duas atrizes protagonizaram a novela Sol de Inverno, transmitida na SIC, durante 2013 e 2014. Criam agora, em conjunto com Marcello Urgeghe, uma “despojada” dramaturgia cénica, com abdicação de cenografias ou dispositivos complexos. O cenário minimalista e a música de José Peixoto dão vida a esta versão da peça, de acordo com a Gazeta de Artistas, com ênfase no trabalho do ator.

Na Solidão dos Campos de Algodão pode começar começar com uma frase do diretor de teatro e ópera Patrice Chéreau, tal como se pode ler na ficha oficial da peça: “… dois homens abordam-se sem se conhecer: diga-me o que quer que eu vendo-lhe, diz o primeiro e o outro responde: diga-me o que tem que eu digo-lhe o que quero”. Em cena há um vendedor e um comprador. Ao início, há “uma procura, uma proposta, uma sedução empenhada em conseguir transmitir e receber” mas de seguida surge uma incomunicação e a crua desconfiança que uma “sociedade multiétnica e multiracial impõe”.

Entre vendedor e comprador “há aquilo que não se pode dizer e aquilo que não se pode fazer, pois nunca se deve entregar ao outro a fraqueza de mão beijada”. Na Solidão dos Campos de Algodão permanece até 25 de janeiro, domingo, no Auditório Principal do São Luiz, em Lisboa. Os preços dos bilhetes variam entre os 12 e os 15 euros e com desconto permanecem entre os cinco e os 10 euros e meio.