Não é só o primeiro nome que Ernesto Guevara partilha com o pai, Che Guevara. Partilham também o amor pelos motociclos, e por esta razão é que o filho do El Comandante criou uma agência -La Poderosa -que promove viagens de mota por Cuba.

As viagens, realizadas em Harley Davidsons,  passam por locais emblemáticos da história de guerrilha e conta com paragens em pontos como a fortaleza La Cabaña, em Havana, e a cidade de Santa Clara – tomada pelo revolucionário em 1858.

Os nossos circuitos aliam os prazeres das várias paisagens desta ilha ao contacto íntimo com a parte da história de uma revolução única, que criou uma mística que ainda existe e que vai para além das fronteiras de Cuba“, lê-se no site oficial da empresa.

Existem pacotes de seis ou nove dias, sempre com a possibilidade de personalização por parte das pessoas. Os preços vão desde os 2500 euros por casal a cerca de 4700 euros por pessoa individual. Estes valores não incluem as viagens de avião, os vistos, e o seguro de vida, sem o qual não se pode realizar as viagens.

O nome da agência vem da alcunha dada por Che Guevara à Norton 500: moto com a qual fez a famosa viagem pela América Latina, retratada por Walter Salles em Motorcycle Diaries (2004).

Ernesto Guevara tem sido alvo de duras críticas por estar a explorar a imagem do seu pai, em algo que muitos consideram estar contra os valores que o mesmo representa.

ernesto_3128946b

Ernesto Guevara junto de uma das motos de “La Poderosa Tours”