À espera que volte , “um espetáculo de teatro para um ator, 7 crianças e a sua sombra”. estreia dia 7 de janeiro, às 11h, na Sala Estúdio do Teatro Nacional D. Maria II.

O texto de Madalena Vitorino e Paulo Duarte é sobre um “homem forte e bom que vem ao nosso encontro” com uma história acerca de “uma gota de água que ao cair do céu da Rússia transforma as crianças que a querem ouvir em pequenos russos que, em vez de mãos, têm o poder de trazer a chuva e o dilúvio para dentro de casa”. Uma peça que se propõe a consciencializar os mais novos sobre a importância da água e da sustentabilidade dos recursos naturais.

Esta produção do Teatro de Montemuro, programada para Grupos Escolares, tem encenação de Madalena Vitorino e interpretação de Paulo Duarte, Maria da Conceição Almeida e de sete pequenos músicos russos. À espera que volte estará em cena até dia 30 de janeiro, de 4ª a 6ª, às 11h, no Teatro Municipal D. Maria II.