ef

As palavras que marcaram 2014

Chegou a altura em que fazer um resumo do que mais marcou o ano se torna quase num cliché. O ano acaba e todos queremos saber o que de melhor se fez e o que de melhor aconteceu ao longo dos últimos 12 meses. Afinal, é fundamental ter a certeza de que não perdemos nada que valesse mesmo a pena. Ou quem é que se perdoaria por deixar passar Gone Girl ou Boyhood? Mas, listas de filmes à parte, há outra lista que resume bem o ano que acabou de passar: as palavras mais usadas.

A Bustle fez uma lista das 16 palavras ou expressões que se destacaram ao longo deste ano e que tiveram influência em quase todos nós. Podem não ter sido inventadas em 2014, mas foi neste ano que marcaram uma posição nos dicionários e nas conversas do dia-a-dia.

  • Basic

Um adjetivo usado para descrever alguma coisa que envolve um comportamento obscenamente óbvio”, segundo o Urban Dictionary. Em português, básico pode ser entendido como algo normal e pouco interessante.

  • Bae

Um termo carinhoso para o namorado(a).

  • Binge-watch

É uma forma compulsiva de ver um programa de televisão. Em vez de optar por ver os episódios semanalmente, é feita uma maratona.

  • Conscious Uncoupling

A expressão tornou-se célebre através de Gwyneth Paltrow após o divórcio com Chris Martin e, segundo o dicionário de Oxford, significa “fim de uma relação amorosa que dá relevância à aceitação mútua das responsabilidades”.

  • Clickbait

Títulos de conteúdos na internet que têm como principal objetivo ser clicados.

  • Fleek

Perfeito. Só isso, perfeito.

  • Ice Bucket Challenge

Não exige grandes explicações. Os vídeos de baldes de gelo despejados pela cabeça tornaram-se virais entre os famosos e depressa se alastraram a todos os membros das redes sociais.

  • Normcore

Foi uma das maiores tendências no mundo da moda ao longo deste ano e foi até a mais pesquisada no Google. Assume-se como um estilo livre de regras e modas, onde a simplicidade e a pouca cor são das principais caraterísticas.

  • Polar Vortex

O termo refere-se a um ciclone localizado perto dos pólos geográficos do planeta, mas é normalmente usado apenas para se referir a temperaturas mesmo muito frias.

  • Side-eye

Um olhar de lado que mostra alguma desaprovação ou desagrado. A expressão foi tão usada que este ano o dicionário de Oxford decidiu conserá-la realmente uma palavra

  • Shelfie

Não é uma fotografia tirada a nós próprios, mas sim às estantes de livros.

  • Shoefie

E, claro, uma fotografia tirada aos nossos sapatos.

  • Turnt

É usada para demonstrar grande excitação por algo.

  • Vape

Não é nova, mas ganhou destaque este ano com a moda dos cigarros electrónicos. O dicionário de Oxford escolhe-a como palavra do ano e define-a como “inalar e exalar o vapor produzido por um cigarro electrónico ou dispositivo semelhante”.

Em Portugal nem todas estas palavras ganharam a mesma dimensão que em muitos outros pontos do mundo. A nível nacional, a Porto Editora abriu uma votação para os portugueses votaram na palavra que consideram ter sido mais marcante ao longo de 2014. Este concurso teve início em 2009 e desde aí as palavras vencedoras passaram por esmiuçar, vuvuzela, austeridade, entroikado e bombeiro.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
RTP
‘3 Caminhos’. Conhece a nova série que une a RTP à Amazon Prime Video