Beber e Comer com Eça é uma compilação das receitas citadas nas obras de Eça de Queiroz. É um livro de Maria de Lourdes Modesto e Beatriz Berrini lançado pela editora Alêtheia em parceria com a Fundação Eça de Queiroz, em dezembro de 2014.

Beber e Comer com Eça é um livro de receitas da autoria da gastrónoma Maria de Lourdes Modesto com prefácio da investigadora Beatriz Berrini. Trata-se de uma compilação das receitas referidas nas obras de culto de Eça de Queiroz, tais como A cidade e as Serras, Os Maias, O crime do Padre Amaro, Primo Basílio ou O Mandarim. Um trecho de cada obra acompanha cada receita deste livro, entrelaçando a literatura na gastronomia.

 No total, este livro conta com cinquenta receitas de sopas, peixe, carne, aves, ovos e sobremesas, assim como diversas bebidas. Entre elas encontra-se Arroz de favas (citado em A cidade e as Serras), galinha afogada em arroz, Folhados do Cocó, coelho guisado à moda da Porcalhota e também receitas mais exóticas como Consommé frio com trufas ou ainda Jambon aux épinards.

Segundo a investigadora Beatriz Berrini, a gastronomia desempenha um papel central na obra de Queiroz. É um recurso utilizado habilmente pelo romancista para “socialmente reunir algumas personagens e fazer evoluir a trama, para, através dos debates suscitados, expor a sua posição em face da realidade, em particular a portuguesa” afirma a investigadora. É também a gastronomia que define a classe social. Através da descrição pormenorizada da ementa de cada família, o leitor consegue ter perceção da classe social a que esta pertence.

As personagens mais célebres da obra queirosiana (como Carlos da Maia ou Fradique Mendes) são também as que mais apreciam a gastronomia portuguesa e as “tradições mais genuínas de Portugal”, declara Berrini.

Eça de Queiroz