Os hackers não parecem perdoar: depois do lançamento de treze demos inacabadas na semana passada, chegou a vez de serem divulgadas catorze novas faixas de Madonna. Ao que tudo indica, algumas formarão aquele que será o seu décimo terceiro álbum de estúdio — Rebel Heart.

Atualmente com cinquenta e cinco anos, a figura do pop viu as treze faixas serem divulgadas de forma antecipada e ilegalmente esta quinta-feira, dia 25, e não demorou a reagir através da sua conta no Instagram. O post, que entretanto foi apagado, afirmava que o sucedido era “uma forma de terrorismo. Parte das músicas são demos inacabadas e outras já foram alteradas e evoluíram. Esta é uma forma de terrorismo, ‘wt*’!!”.

À primeira reação seguiu-se a frustração esperada: “Por que é que as pessoas querem destruir o processo artístico? Porquê roubar? Porque é que não me dão a oportunidade de terminar o trabalho e dar-vos [aos fãs] o meu melhor?” Como a própria afirmou ainda à Billboard, “não esperava divulgar assim o meu trabalho.”

Para já, e apesar de não estar tudo confirmado, espera-se que Rebel Heart, o décimo terceiro álbum de estúdio de Madonna, inclua colaborações com Diplo, Aviici, Alicia Keys, Ariel Pink e Pharell Williams, sendo que a faixa Back That Up (Do It), gravada com o último, faz parte do grupo de músicas divulgadas ilegalmente esta semana.

Eis a lista de faixas conhecidas com o hack:
Unapologetic Bitch
Bitch I’m Madonna
Addicted (The One That Got Away)
Borrowed Time
Heartbreak City
Illuminati
Joan Of Arc
Living 4 Love (Carry On)
Make The Devil Pray
Messiah
Rebel Heart
Revolution
Wash All Over Me