No dia 18 de dezembro foi lançado o livro Dieta Mediterrânica – Uma herança milenar para a humanidade. O autor, Jorge Queiroz, defende que esta dieta é mais do que um padrão alimentar , “é um modelo cultural“.

Na obra Queiroz defende uma nova abordagem desta dieta tão falada pelo mundo fora. Para o autor, esta é um “modelo cultural evolutivo, que se adaptou a diferentes contextos geoclimáticos, históricos e culturais”. 

A Dieta Mediterrânica é “um dos mais saudáveis padrões alimentares, que através da sábia combinação de alimentos como os cereais e os legumes, os frutos secos e o peixe, há muito demonstrou a sua eficácia na prevenção de doenças, pelo efeito protetor que oferece”, afirma o autor.

De facto, muitos são os benefícios oferecidos por esta dieta. Jorge Queiroz vai mais longe, associando-a a um modo de vida. Muitos alimentos estão relacionados com uma vertente espiritual, por exemplo. O pão, azeite ou mesmo o vinho, são sacralizados.

O autor apela ainda ao regresso “ao convívio em torno da mesa, uma tradição em tudo avessa ao conceito de fast-food que a vida moderna pretende impor”.

Resta apenas acrescentar que, como em tudo, o ingrediente chave é a moderação.

livro