the-interview

Hackers exigem a suspensão do filme “A Entrevista”

Um grupo que se auto-intitula “Guardiões da Paz”, que terá engendrado um ataque informático à Sony há duas semanas, vem agora exigir que o filme A Entrevista não saia da prateleira.

O recente ciberataque à Sony, que provocou o vazamento centenas de ficheiros privados da companhia, incluindo filmes ainda por estrear e dados pessoais dos trabalhadores, trouxe ontem a público uma quarta “remessa” de documentos, acompanhados por uma mensagem assinada pelos “Guardiões da Paz”. Este grupo de hackers, de origem desconhecida, assume-se responsável pelo ataque e exige: “Parem imediatamente de mostrar o filme de terrorismo que pode quebrar a paz regional e provocar a Guerra!“.

the-interviewO filme produzido pela Sony e com Seth Rogen e James Franco nos principais papéis já há muito que dá que falar. O polémico argumento de A Entrevista centra-se em Kim Jong-un, o atual líder da Coreia do Norte, e num plano da CIA para o assassinar. O governo norte-coreano desde logo se mostrou indignado com a produção da película: numa carta dirigida ao secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Ban Ki-moon, descreveram-na como um “patrocínio não disfarçado de terrorismo, bem como um ato de guerra“.

Apesar do governo de Kim Jong-un ter já negado qualquer envolvimento neste ataque cibernáutico, continua a ser o principal suspeito. A Coreia do Norte afirmou, inclusive, concordar com as exigências feitas pelos “Guardiões da Paz”.

A Entrevista tem estreia marcada para o dia 25 de Dezembro nos Estados Unidos e 29 de Janeiro em Portugal.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Bilheteira 13 maio
‘Godzilla vs. Kong’ lidera em receitas de bilheteira e ‘O Pai’ conquista espectadores