Emmy Of The Week

Emmy of the Week #10: Stephen Amell e Grant Gustin

Esta semana ficou indubitavelmente marcada pelo crossover entre Arrow e The Flash. Um episódio híbrido de dois super-heróis protagonizados por Stephen Amell (Arrow) e Grant Gustin (The Flash), que levou os aficionados de ambas as séries à loucura.

Emmy of the Week:

Stephen Amell e Grant Gustin, em crossover The Flash- Arrow

Nesta batalha de poder, ambos os atores se destacam pelas suas performances excepcionais numa fusão do supernatural que bate recordes, mais uma vez, nas audiências.

arrow the flashNeste episódio, Oliver Queen (AmellArrow) e os seus companheiros encontram-se em Central City (The Flash) numa busca pelo assassino Harkness, que teria espalhado pela cidade um total de cinco bombas ameaçando assim todos os cidadãos. Desta feita, e apesar das incompatibilidades de Oliver e Barry (GustinThe Flash), foi inevitável a aliança entre os dois super-heróis nesta luta contra mais um problema que assombra a cidade.

A prestação de Stephen Amell surpreende a cada episódio da série e este não é excepção. Em várias cenas ao longo do episódio é de salientar a tensão entre os dois que, ainda que aliados, não escondem a rivalidade que têm entre si. Stephen Amell consegue sempre mostrar o seu lado mais sério e assertivo, factor que realça a sua centralidade neste crossover, sobretudo nos momentos em que ele mesmo dá lições de “como ser um super-herói” a Barry (Grant Gustin).

É nesta fase que entra o fantástico Grant Gustin encarnando o super-herói The Flash (Barry), que injetou neste episódio umas boas doses de humor, com a subtileza de Barry Allen em tentar não parecer engraçado quando na verdade o é. É irónico que neste crossover Barry pareça uma espécie de pupilo de Oliver Queen, o que torna a trama mais dramática mas ao mesmo tempo com um toque humorístico pelo meio.

 

Também no pódio:

Alison Pill

Na terceira temporada da série The Newsroom, Alison Pill tem-nos presenteado com uma evolução estonteante da sua personagem Maggie Jordan. Com uma prestação cada vez mais sólida e confiante, Alison consegue realçar as diferenças da sua personagem e o salto que esta deu de uma temporada para outra. Assume-se como uma jornalista dotada de valores, mas ao mesmo tempo vimos o seu lado mais sensual e intimista nestes dois últimos episódios da série. Um destaque para uma cena crucial em que Maggie consegue um relatório ambiental da APA através de uma jogada perspicaz e segura de si mesma.

Mais Artigos
Manuel Luís Goucha
Goucha relembra início de carreira na TVI: “Não tive humildade suficiente”