Christian Bale

Christian Bale apelidou Moisés de “homem problemático e tumultuoso”

O ator britânico falou sobre o seu próximo filme, Exodus – Deuses e Reis, numa entrevista à ABC Nightline, e teceu vários comentários sobre Moisés que incomodaram alguns leitores.

Como preparação para o papel, Christian Bale declarou ter estudado a história bíblica, concentrando-se na personagem que representa no próximo filme de Ridley Scott, a estrear nos cinemas portugueses a 11 de dezembro.

Sobre Moisés, uma figura que se revelou muito mais complexa e “humana” do que aquilo que o ator pensava, Bale afirmou: “ele era, absolutamente, visto como um defensor da liberdade pelos Hebreus, mas como um terrorista pelo Império Egípcio“. E ainda acrescentou que o líder da libertação do povo Hebreu, caso fosse vivo hoje, seria perseguido por drones.

imp201312301613250

Estas declarações não foram as primeiras a suscitar críticas ao ator, que anteriormente descreveu Moisés como “esquizofrénico“, “um dos indivíduos mais bárbaros” sobre quem alguma vez leu, e “um homem muito problemático e tumultuoso“.

O público mais crente não aceitou bem estas observações, e houve quem chegasse a apelar ao boicote do filme e a quaisquer outros trabalhos do ator e do realizador. Exodus – Deuses e Reis, como a maior parte dos filmes bíblicos, tem sido amplamente criticado, começando pela composição do elenco, que conta, na maioria, com atores caucasianos nos papéis de personagens de origem egípcia.

O filme de 2013, Noé, de Darren Aronofsky, é um dos filmes bíblicos que também não agradou alguns espetadores, recebendo várias críticas negativas mesmo antes de ter estreado, mas que ainda assim se saiu bem nas bilheteiras.

 

Mais Artigos
The Circle
‘The Circle: EUA’. Está de regresso o reality show em que todos podem ser influencers