Quando pensamos que já inventaram tudo, a Sony salta novamente para o mercado e apresenta um relógio feito de papel electrónico que reage consoante os movimentos do seu utilizador.

Cada vez mais, a moda e a tecnologia andam de mãos dadas, de onde têm resultado invenções úteis e com boa aparência (wearable). Os planos da Sony visam sobretudo a criação de um relógio com um design bem trabalhado, em vez de tentar incluir nele todas as funcionalidades tecnológicas disponíveis – como tem sido feito na maioria dos produtos lançados por esta e por outras marcas.

O relógio faria parte de uma nova estratégia da empresa, de desenvolver e lançar produtos inovadores, e foi criado dentro de uma nova divisão na Sony, a New Business Creation Department, que é comandada pelo CEO Kazuo Hirai. O objetivo desta nova secção é desenvolver possíveis produtos inovadores, que não se encaixem nas categorias tradicionais que saem constantemente para o mercado.

No entanto, a empresa não dá detalhes sobre o possível lançamento ou comercialização do produto feito com e-paper. O relógio está a ser financiado através de um site de crowdfunding e é apresentado como um produto de uma startup chamada Fashion Entertainments, nunca tendo sido associado o nome da gigante japonesa de forma a perceber se o produto ganhava atenção do mercado apenas pelas suas características. A verdade é que a estimativa de angariação de 2 milhões de ienes subiu para ¥ 3,5.

http://youtu.be/fLBCVhZ4J7E

O relógio é o primeiro produto da linha Fashion Entertainments (FES Watch) sendo possível mudar de cor e aparência de acordo com o gosto de quem o usa. O ecrã e a pulseira do relógio são ambos feitos de papel electrónico, ou tecnologicamente falando, de e-paper. O papel electrónico é um material flexível, que pode mudar de aparência graças à tinta electrónica. Como é habitual nos produtos que recorrem a tinta electrónica para funcionarem, este relógio consome muito pouca energia, com os responsáveis a indicarem uma duração da bateria em torno dos 60 dias.

A Sony é uma das pioneiras do ainda novo mercado de wearables, tendo lançado o seu primeiro SmartWatch em 2012.