Economist Intelligence Unit realizou um ranking relativo ao custo de vida de 131 cidades. Esta análise é feita todos os anos, comparando-se os preços de 16o bens e serviços diferentes.

Mumbai (Índia) ocupa o lugar 131, ou seja, é considerada a cidade mais barata. Os custos relativos as atividades de lazer, aos transportes e à compra ou aluguer de casa revelaram-se bastante acessíveis quando comparados com os de outras cidades como Londres.

Katmandu (Nepal) ocupou o lugar 127 e a Cidade do Panamá (Panamá)Bucareste (Roménia) empataram, ocupando o lugar 124.

A Cidade do Panamá (na posição 124) atrai os que consideram a diversão uma prioridade. Os bares e os locais de lazer noturno vendem bebidas alcoólicas a preços bastante competitivos.

Bucareste, por sua vez, tem na hospitalidade a sua maior “vantagem“. A tradição local é oferecer tudo o que têm de melhor, mesmo que não sejam pagos por isso. A habitação e transportes são também uma das grandes atrações da cidade pelos preços reduzidos.

Por fim, Jedá, na Arábia Saudita, ocupou o lugar 123. Esta cidade caracteriza-se por uma presença acentuada de leis religiosas que regem grande parte dos costumes locais. Para todos aqueles que usam o automóvel com frequência esta parece ser uma cidade de sonho. O preço da gasolina em Jedá éum dos mais baixos do mundo.