Songs of Innocence, dos U2, é um dos álbuns mais polémicos dos últimos anos, pelo lançamento e impacto que teve. Agora, sabe-se que um português está ligado à última novidade da banda irlandesa. Chama-se Alexandre Farto, Vhils no mundo artístico.

Depois do álbum, Songs of Innocence, uma edição especial: Films of Innocence será colocado à venda no dia 9 de dezembro por 9,99 euros e está já disponível para pré-venda no iTunes, onde Bono & Companhia lançaram pela primeira vez o álbum — tornando-o disponível de forma automática para todos os membros do serviço da Apple.

A grande novidade é, no entanto, o ‘sangue’ português que há no projecto: Vhils, nome artístico do português nascido em 1987, é o realizador de um dos videoclips da edição especial dos U2 e, ainda, o autor da capa do projecto que até hoje havia sido mantido em total segredo, protegido por um acordo de confidencialidade. Define-se como um projecto visual em torno do décimo terceiro álbum de estúdio da banda e conta também com as participações de Oliver Jeffers, Robin Rhode, D*Face, Mode 2 e Maser.

Como o Público revela, citando-o, Alexandre Farto foi contactado no final do seu trabalho para a exposição no Museu da Eletricidade, em Lisboa, sendo que até 20 de agosto deu por terminados o conceito e concepção para, depois, ter nove dias de preparação e dois de filmagens (no espaço da Lisnave, em Cacilhas): “Estava muito cansado e a precisar de desligar, mas com este convite era difícil. Os U2 são uma referência, não só pela música, mas porque em tudo o que fazem existe uma atitude criativa, seja na comunicação ou nas digressões. Existe sempre uma preocupação em tentar fazer de forma diferente e nova e isso é motivador.”

Para já, está disponível o trailer: