Emmy Of The Week

Emmy of the Week #7: elenco de ‘The Newsroom’

Hoje, no Espalha-Factos, continuamos com a rubrica que elege as melhores performances televisivas da semana.

 

Emmy of the Week

The-Newsroom-season-3-HBO-premiere

Elenco de The Newsroom

Sim, eu sei que é costume destacar um ator para o Emmy of the Week. Mas o tão esperado regresso de The Newsroom tornou esta tarefa impossível, por isso todos os atores merecem aqui o seu reconhecimento. Jeff Daniels, Emily Mortimer, John Gallagher Jr, Alison Pill, Thomas Sadoski, Dev Patel, Olivia Munn, Sam Waterson, Chris Messina e companhia são culpados por nos fazerem vibrar com a série que já teve o seu fim anunciado. Como jornalista e fã do mundo de uma redação, com todos os dilemas morais com os jornalistas são confrontados todos os dias, The Newsroom teria tudo ou para ser odiada ou para ser adorada. E é com certeza pelo desempenho destes atores, juntamente com a mestria de Aaron Sorkin, que verifico o último cenário.

 

Também no pódio

300.revenge.lc.092111

Emily VanCamp, em Revenge

Emily VanCamp é com certeza uma das atrizes mais subvalorizadas dos nossos dias. Não se pode dizer que tenha tido uma carreira em séries de grande sucesso, ou melhor, em séries de culto, e ainda não deu um grande salto no cinema. Mas não deixa de ser uma boa atriz, com um desempenho consistente e que, acima de tudo, nos consegue cativar. Os mais crédulos estariam à espera deste momento há quatro anos. Os mais céticos há poucos meses. Mas a verdade é que o episódio em que Emily/Amanda se reúne com o pai foi verdadeiramente tocante. Apesar dos seus olhos pequeninos, VanCamp consegue transpor neles toda a emoção que a sua personagem sentia naquele momento, o seu dilema moral e uma vontade impulsionada por um amor maior. E isso foi suficiente para me convencer.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Discurso de ódio
Podcast. Monitorizar discurso de ódio ou censurar liberdade de expressão?