Porque a vida não é só NOS Alive ou Rock in Rio, está na altura de realizar uma viagem pelo mundo e visitar dez eventos que se desviam da norma festivaleira. No entanto, todos eles têm em comum o uso de muitas cores e uma diversão ilimitada, o que os torna em experiências verdadeiramente inesquecíveis.

1. Saint Patrick’s Festival – Irlanda

Todos os anos, no dia 17 de março, os irlandeses celebram a morte de Saint Patrick, santo padroeiro do país. A festa é marcada por adereços de cor verde, trevos de quatro folhas e cerveja. A verdadeira festa acontece em Dublin, num evento que se estende durante uma semana e reúne festivaleiros de todo o mundo. O festival é constituído por desfiles, feiras gastronómicas e actuações artísticas.

2. Noche de Brujas – Catemaco, México

A montanha de Cerro Mono Blanco, situada nos arredores da cidade de Catemaco (México) recebe todos os anos, na primeira sexta-feira de março, a conhecida Noite das Bruxas. Este evento celebra a bruxaria e o misticismo, sendo constituído por rituais de purificação, leituras de tarô e venda de amuletos. É uma festa curiosa, já que joga profundamente com crenças pessoais e com o domínio do oculto.

3. Duanwu Festival – China

Este festival celebra a vida e a morte do poeta Qu Yean, sendo comemorado no quinto dia do quinto mês do calendário chinês. Durante o dia, os tambores iniciam as corridas de barco e, ao cair da noite, milhares de luzes iluminam a festa. O festival é constituído por tradições gastronómicas e venda de amuletos. Há que ter em conta que o calendário chinês é diferente daquele usado na cultura ocidental: no ano corrente, o Duanwu Festival foi comemorado a 2 de Junho, mas no próximo ano terá lugar a 20 de junho.

4. Carnaval de Veneza – Itália

A tradição cumpre-se anualmente em Veneza quando milhares de turistas e locais se reúnem para viajar até ao século XVIII. O carnaval é marcado pelo uso de coloridas máscaras, as quais são vistas como um símbolo para que uma pessoa possa sair de si mesma e tornar-se numa outra. Desta forma, o uso da máscara significa transgressão, libertinagem, amores proibidos e, claro, muita festa!

5. Las Fallas – Valencia, Espanha

De 15 a 19 de março, todos os anos, Valencia comemora a passagem do inverno para a primavera. O grande símbolo deste festival é o desfile de gigantes figuras feitas em papel machê: protagonistas de sátiras que remontam à política e à cultura pop. Após uma semana marcada por fogo-de-artifício, flores e muita música, as figuras são queimadas, assinalando assim o fim de Las Fallas, as falhas em tradução livre.

6. Día de Muertos – México

Entre os dias 1 e 2 de novembro, crianças e adultos dirigem-se aos cemitérios para celebrar o Dia dos Mortos. Os mexicanos acreditam que é nesta época que os mortos regressam para visitar os vivos e, portanto, nada melhor do que recebê-los com festa! As campas são decoradas com velas, incensos, doces, flores e comidas e toda a gente pinta as suas caras com as tradicionais caveiras mexicanas.

7. Mardi Gras – Nova Orleães, Estados Unidos

Com raízes religiosas, o Mardi Gras é um festival de carnaval celebrado no dia anterior à chamada quarta-Feira de Cinzas. Turistas e locais reúnem-se para viver um dia marcado por desfiles, música e muita comida. Embora esta festa possa ser encontrada em vários pontos dos Estados Unidos, é em Nova Orleães que a verdadeira diversão toma lugar. Em 2015, este festival será comemorado a 15 de fevereiro.

8. Burning Man – Nevada, Estados Unidos

Realizado anualmente na primeira semana de setembro, no deserto de Nevada, o Burning Man é um festival que reúne mais de 60 mil pessoas, sobretudo artistas que se reúnem para partilhar experiências, música e actuações. Os participantes dispõem-se a passar uma semana inteira no deserto, o que significa que um espírito de comunidade e o respeito pelo próximo são obrigatórios. Para além disto, o festival apenas vende gelo e café, o que faz com que os artistas tragam todos os mantimentos de casa. A marca do festival dá-se quando grandes figuras de madeira são queimadas.

9. The Fringe Festival – Edimburgo, Escócia

The Fringe é considerado um dos maiores festivais de arte do mundo. Milhares de pessoas reúnem-se para assistir ou tomar parte em inúmeras actuações artísticas, as quais comemoram tanto uma cultura antiga como uma arte cada vez mais vanguardista. No ano corrente, o evento decorreu de 1 a 25 de agosto; em 2015, será comemorado de 7 a 31 do mesmo mês.

10. Noche de Rábanos – Oaxaca, México

Anualmente, no dia 23 de dezembro, os mexicanos celebram um festival semelhante ao Halloween, criando inúmeras figuras a partir de rabanetes. A festa dura apenas algumas horas, dada a vulnerabilidade do produto usado, mas geralmente surgem concursos que elegem as melhores figuras esculpidas.