Loryn Brantz contribuiu para uma das colunas do Buzzfeed e editou as imagens de Jasmine, Bela, Aurora, Pocahontas, Ariel e Elsa, para que as suas proporções se assemelhassem mais às de uma mulher real.

Aquilo que mais revoltou a artista foi aperceber-se de que a situação tendia a piorar: no filme Frozen [O Reino do Gelo], a personagem Elsa chega ao limite de ter um pescoço mais largo do que a própria cintura! Descontente com o facto de o design das personagens femininas da Disney ser ridículo e não ter sofrido qualquer tipo de alteração desde os anos 60, tomou iniciativa e decidiu alterar as suas imagens. Alargou as cinturas das princesas, para que estas se tornassem mais proporcionais e credíveis.

De acordo com Loryn, este é um passo em frente para a aceitação da própria imagem nas mulheres, que, até aí, se comparavam com ideais impossíveis e que, por não os alcançarem, sofriam com problemas de auto-estima.

Estas princesas adquiriram, agora, uma imagem mais saudável e uma maior capacidade de influenciarem positivamente as mulheres com as suas boas e nobres ações, ao invés de as distraírem delas com os seus corpos de dimensões surreais.