Num evento que junta Rádio, Televisão, Web, Solidariedade e Responsabilidade Social, as vozes da Antena 3 Ana Galvão, Diogo Beja e Joana Marques juntam-se para fazer uma emissão em direto durante três dias, sem interrupções, numa casa de vidro transparente. A mega ação Toca a Todos decorre de 3 a 6 de dezembro, no Terreiro do Paço, em Lisboa.

A iniciativa tem o carimbo da RTP+, a marca do grupo RTP que abraça as ações de cariz social, e garante muita música com muitos programas em direto. Tudo por uma boa causa: angariar fundos para a luta contra a pobreza infantil, em colaboração com a Cáritas.

Na apresentação do projeto, para além dos locutores estiveram presentes o presidente da RTP, Alberto da Ponte, Luísa Sobral (em nome da mãe Luísa Vilar, da RTP+), Eugénio Fonseca, presidente da Cáritas, Luís Marinho, Diretor Geral de Conteúdos da RTP, e Graça Fonseca (em representação do Presidente da Câmara de Lisboa). Várias personalidades e caras conhecidas do universo da RTP decidiram dar também a cara por esta mega ação de angariação de fundos, como Catarina Furtado, Sílvia Alberto, Jorge Gabriel e outros.

Ana Galvão, na apresentação, contou o que vai acontecer: “vamos ter concertos, muita música, convidados surpresa de todas as áreas, desde o desporto até às artes. Todas as formas que tivermos para conseguirmos angariar dinheiro para a Cáritas”, referindo ainda que segundo dados recentemente apurados pelo Instituto Nacional de Estatística, são quase 30% as Crianças Portuguesas em Risco de Pobreza.

Os ouvintes poderão contribuir de diferentes maneiras e em diversas plataformas. Por telefone, votando em músicas que estarão em competição, por cada voto telefónico, há uma contribuição automática. Através de chamadas para o call center, oferecendo contribuições por dinheiro. Existe ainda a hipóteses de fazer uma contribuição direta via multibanco ou por transferência bancária para o NIB da conta ‘Toca a Todos’.

E como a primeira vez é sempre na 3, para o endereço eletrónico [email protected], até ao dia 21 de novembro, um ou mais vídeos, com uma duração máxima de três minutos, nos quais mostre o seu talento. Seja ele tocar e/ou cantar, representar ou declamar. Esta atuação permitirá a quem assiste a chance de deixar uma contribuição e donativo para a causa. Os vídeos serão avaliados por um júri, constituído por cinco profissionais das rádios do grupo RTP: Henrique Amaro, José Mariño, Luís Caetano, Raquel Bulha e Rui Santos.