Já lá vão os anos em que era preciso carregar um enorme mala para transportar os primeiros telemóveis, que de portáteis tinham ainda muito pouco. Hoje em dia, um bolso das calças pode transportar até mais do que um smartphone ao mesmo tempo, pois se a tendência é para que eles fiquem com um ecrã cada vez maior, já a sua espessura tem diminuído brutalmente ao longo dos tempos, chegando mesmo a atingir os… 4,85 milímetros. Senhoras e senhores: este é o Oppo R5.

“Na busca por uma razão de ser para o nosso R5, colocámos um desafio a nós mesmos, deixámos a caneta de lado e visualizámos o conceito do que faz a tecnologia móvel tão fantástica, e como transformá-la para os nossos propósitos” – é esta a primeira mensagem que encontramos na apresentação do novo menino-bonito da Oppo, até que, com um pequeno scroll down, nos deparamos com isto

Sem Título

Para efeitos de comparação, o iPhone 6, cujo design foi tão gabado pela Apple durante a conferência de apresentação, tem 6,9 milímetros de espessura, mas com um corpo de alumínio com a espessura de somente 4,85 milímetros, o Oppo R5 é facilmente considerado o smartphone mais fino do planeta. Aliás, é tão fino que no seu corpo não vem incluído sequer um jack de 3,5 mm para a entrada de headphones, sendo necessário recorrer a um dispositivo especial para ouvir música sem incomodar mais ninguém.

Especificações completas:

  • Dimensões: 148,9 x 74,5 x 4,85 milímetros, 155 gramas
  • Sistema operativo: Android KitKat, 4.4 (com Color OS 2.0)
  • Ecrã: 5,5 polegadas, com Gorilla Glass 3
  • Resolução: 1920×1080 píxeis (423 píxeis por polegada)
  • Câmara traseira: 13 megapíxeis
  • Câmara frontal: 5 megapíxeis
  • Processador: Octa-core, 1,5 GHz
  • Memória RAM: 2 GB
  • Memória interna: 16 GB
  • Bateria: 2000 mAh

Conhecida pela preocupação nos detalhes estéticos, e para além de um corpo extremamente ‘magro’, o R5, é curvado nas pontas, para uma melhor ergonomia, e conta com uma pequena saliência na parte da câmara traseira, com um sensor da Sony e capaz de filmar vídeos em 4K, a 30 frames por segundo (fps), para além de vídeos em slow-motion, a 120 fps. A abertura f/2.0 da câmara frontal, aliado aos 5 megapíxeis, torna-se numa excelente desculpa para selfies.

7

O ecrã de 5,2 Full HD AMOLED conta com uma excelente densidade e píxeis, oferece cores claras e, segundo a Oppo, tem um ângulo de visão de 180 graus. Contudo, no seu interior não reside apenas tecnologia de ponta, pois apenas dos 2 GB de memória RAM, o processador Qualcomm Snapdragom 615 de 64-bits não é dos mais rápidos do mercado, apesar de dar conta da maioria das tarefas sem grandes percalços.

2

Para compensar, a empresa californiana equipou o R5 com algumas novidades, uma das quais a tecnologia VOOC, que promete duas horas de conversação com apenas cinco minutos com o smartphone ligado à tomada, ou então, um total de 75% de bateria com não mais do que meia hora de carregamento. Para além disso, o metal no seu interior é capaz de absover o calor que corre vai percorrendo hardware, aumentando a eficiência termal do dispositivo.

Disponível nas cores cinzento, dourado e prateado, o Oppo R5 chegará ao mercado pelo preço de 449 dólares, qualquer coisa como 355 euros, mas ainda não há previsão da sua chegada a Portugal. E sim, é mesmo muito, muito fiiiiiino.